velocidade de corrosão

A velocidade de corrosão eletroquímica representa a perda de massa do material metálico em função do tempo por unidade de área. Exprimindo essa velocidade em equivalente grama por unidade de área anódica por segundo, o seu valor será obtido pela relação I/(F x S) onde I é a intensidade de corrente, F a constante de Faraday e S a área anódica.
Pode-se verificar que a velocidade de corrosão eletroquímica é diretamente proporcional à intensidade da corrente de corrosão que, por sua vez, depende do potencial da célula de corrosão (cujo valor decresce devido à polarização) e da resistividade dos circuitos metálico e eletrolítico. Para a mesma velocidade de corrosão, quanto maior a densidade anódica de corrente, relativamente à catódica, tanto mais prejudicial será a corrosão pois a corrosão, não podendo ocorrer em toda a superfície, irá ocorrer em pequenas áreas, ocasionando corrosão pontiforme.
A velocidade de corrosão eletroquímica só excecionalmente possui valor constante, daí o conhecimento de um valor isolado da mesma não ser muito significativo e se preferir usar as curvas de corrosão.
São vários os fatores que podem influenciar a velocidade de corrosão. Entre eles destacam-se: o efeito do oxigénio dissolvido, efeito do pH, efeito da temperatura e efeito de sais dissolvidos.
Como referenciar: velocidade de corrosão in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-13 12:16:38]. Disponível na Internet: