Victor Horta

Arquiteto belga, Victor Horta nasceu em 1861, em Gent, e morreu em 1947, em Bruxelas, Bélgica.
Estudou desenho, têxteis e arquitetura na Academia de Belas-Artes de Gent. Trabalhou em Paris e, de regresso à Bélgica, trabalhou com o arquiteto neoclássico Alphonse Balat.
Por volta de 1890 começou a trabalhar por conta própria desenvolvendo uma arquitetura que rejeita os estilos históricos muito em voga na época. Em 1893 projeta a Casa Tassel, em Bruxelas, na Bélgica, considerada o primeiro edifício construído no estilo Arte Nova. O seu trabalho inclui várias obras-primas deste estilo tais como a Casa do Povo (1898), a Casa Horta (1898) ou o Hotel Solvay (1900), todas em Bruxelas. Fortemente decorativista, utiliza em abundância o ferro e o vidro inspirando-se em elementos vegetais. Não escondendo nunca os elementos estruturais, antes os aproveita como parte da decoração. A partir de 1897 leciona na Universidade de Bruxelas e, entre 1912 e 1931, foi professor na Academia de Belas-Artes de Bruxelas.
Liderou a arquitetura Arte Nova na Bélgica até esta perder a aceitação do público, tendo então desenvolvido alguns projetos em estilo neoclássico entre os quais a estação central de Bruxelas.
A casa que construiu para si próprio, em 1898, foi transformada num museu dedicado à Arte Nova.
Como referenciar: Victor Horta in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-22 19:10:50]. Disponível na Internet: