Viena

Aspetos Geográficos
Capital da Áustria, Viena está localizada nas margens do rio Danúbio, entre os Alpes e as extensas planícies do rio. Situa-se a 200 m de altitude, tem um clima temperado continental, registando uma temperatura média anual de 10,6 °C. A cidade está dividida em 23 bairros, dispostos em dois vastos círculos em torno do núcleo antigo. A sua população é de 1 504 100 habitantes (2004).
O natural ou habitante de Viena denomina-se vienense.
História e Monumentos
Fundada pelos Celtas, Vindobona evoluiu como porto fronteiriço, no século I a. C., sendo transformada em castro. Foi fortificada pelo Imperador Augusto e no século IX integra-se no Império de Carlos Magno. Com o Imperador Ottón II foi concedida à família Babenberg, recebendo o seu atual nome e iniciando um período de grande desenvolvimento. Após a extinção desta família, tornou-se posse da dinastia dos Habsburgos (1272-1918). Foi assolada pela peste e palco de inúmeras revoltas religiosas. Em 1526 era a sede administrativa e da residência imperial. Ao longo dos séculos XVII e XVIII são construídos muitos palácios que testemunham a prosperidade de Viena durante este período. Em 1804 torna-se a capital do Império Austríaco. As muralhas são destruídas em 1850, no reinado do Imperador Francisco José, e a partir dessa altura a cidade cresce muito. No início do século XX tornou-se um centro do movimento Art Noveau, que renovou a fisionomia da cidade. Após o final da Primeira Grande Guerra, tornou-se capital do país. Durante a Segunda Guerra Mundial, foi ocupada pelas tropas de Hitler e anexada à Alemanha, sofrendo intensos bombardeamentos. Em 1945, foi dividida em quatro setores ocupados até meados do século XX pela Grã-Bretanha, EUA, Ex-URSS e França.
A cidade moderna cresce a partir de uma circular de 4 km de extensão, a Ringstrasse, onde se situam a maior parte dos monumentos e edifícios mais imponentes. De destacar os seguintes monumentos: a Ópera, o Hofburg, que corresponde ao antigo Paço Imperial, a Rathaus (Câmara Municipal de estilo neogótico), o Parlamento, em estilo neoclássico, o Burgtheater (teatro municipal), o Musikverein, que abriga a Orquestra Filarmónica de Viena, e a Catedral de Santo Estêvão, construída nos séculos XIV e XV, sendo a mais bela igreja de estilo gótico de toda a Áustria.
O seu centro histórico foi classificado pela UNESCO como Património da Humanidade em 2001.
Aspetos Turísticos e Curiosidades
Viena foi durante séculos o ponto de encontro do Oriente e do Ocidente, e localizam-se atualmente na cidade as sedes de várias organizações mundiais. Tem-se expandido ao longo da principal estrada que liga a cidade ao Sul do país. Nesse local construíram-se grandes complexos comerciais que rivalizam com o comércio de Mariahilferstrasse e as lojas tradicionais da Karntner Strasse e Am Graben. É um dos maiores centros turísticos do mundo, onde os visitantes são atraídos pela "atmosfera" da cidade. Possui numerosos parques, repletos de monumentos, como o Stadtpark, que tem um castelo barroco onde se assinou o tratado de paz com os Aliados. O principal parque é o Prater, situado numa ilha formada pelo Danúbio. O Palácio Schonbrunn, a residência imperial de verão, tem um parque e um jardim zoológico que data de 1752 e é o mais antigo do mundo. Na cidade existem muitos museus e galerias de arte. Podemos destacar a Albertina e o Museu do Século XX, o de História Natural e o de Belas-Artes.
Economia
Devido à sua situação junto ao maior rio da Europa e numa área de relevo suave que facilita a passagem entre os Alpes e os Cárpatos, tornou-se um importante porto e centro de comunicações. É um núcleo industrial e de serviços, detendo uma parte significativa da produção que é gerada nas suas indústrias alimentares, de equipamentos elétricos, química, maquinaria, têxtil e de confeção, de papel e tipográfica. O artesanato em porcelana, cristal, joalharia, de instrumentos musicais e de artigos em pele é muito importante para a sua economia.
Está bem ligada com o resto da Europa por linha férrea e com a Alemanha através da rede rodoviária. Tem um aeroporto que se localiza no sudeste de Viena. Possui orquestra filarmónica, ópera e um conservatório. Existem famosas salas de concertos e de teatro, numerosas escolas científicas como a Universidade de Viena, a Universidade Técnica, a Universidade do Comércio, a Academia de Belas-Artes, entre outras. É centro de congressos, convenções e de reuniões políticas e económicas.
Como referenciar: Viena in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-18 15:09:02]. Disponível na Internet: