Vincent de Gournay

Economista francês, nascido em 1712, em Paris, no seio de uma abastada família de comerciantes, e falecido em 1759, na mesma cidade, Jean Claude Marie Vincent de Gournay tornou-se Intendente de Comércio em 1751. Foi no exercício deste cargo que tentou colocar em prática o princípio do laissez faire, laissez passer, no sentido de levantar os diversos impostos e limitações que o regime monárquico então impunha ao comércio de bens entre França e os outros países. Foi apoiado pelos que se dedicavam ao comércio e à indústria, convindo sobretudo a estes últimos que os materiais que seriam alvo de transformação não se tornassem demasiado dispendiosos. Esta proposta de Gournay foi uma das bases da doutrina do liberalismo económico, e visava terminar com o protecionismo aos monopólios, dotados de grande poder e estranguladores do crescimento económico, pois não era permitida a livre circulação de bens e riquezas que contribuiriam para o desenvolvimento do país. Contudo, Gournay não defendeu apenas o comércio livre, mas também a importância da agricultura na geração de riqueza, a par do comércio e da indústria. Traduziu a anotou a obra de Josias Child, Traité sur le commerce et l'interêt de l'argent (1754).
Como referenciar: Vincent de Gournay in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-21 08:14:06]. Disponível na Internet: