Vincent Minnelli

Realizador norte-americano, Lester Anthony Minnelli nasceu a 28 de fevereiro de 1903, em Chicago, e morreu a 25 de julho de 1986. Filho de uma família de músicos ambulantes, entrou para o mundo do teatro como diretor artístico da Broadway e, em 1933, chegou a diretor da Radio City Music Hall. Depois de dirigir várias peças musicais, foi convidado pelos estúdios da Metro-Goldwyn-Mayer para ser assistente de realização. Estreou-se como realizador com Cabin In The Sky (Um Lugar no Céu, 1943), um musical feito inteiramente com atores negros. De seguida, assinou uma obra mais ambiciosa: Meet Me In St.Louis (Não Há Como a Nossa Casa, 1944), um musical protagonizado por Judy Garland, com quem viria a casar-se no ano seguinte. Voltou a dirigir a sua esposa em The Clock (A Hora da Saudade, 1945), uma história de amor. Em 1946, nasceu a única filha do casal: Liza Minnelli, que se tornou famosa como atriz. Em 1949 realizou o drama Madame Bovary, baseado na obra com o mesmo nome (considerada um clássico da literatura) do escritor Gustave Flaubert. Minnelli continuou a dirigir musicais: The Father Of The Bride (O Pai da Noiva, 1950) e a sequela Father's Little Dividend (O Pai é Avô, 1951), com Spencer Tracy e uma jovem de nome Elizabeth Taylor, o clássico An American In Paris (Um Americano em Paris, 1951), com Gene Kelly, e The Band Wagon (A Roda da Fortuna, 1953, com Fred Astaire. Interrompeu a senda de musicais para filmar o drama The Bad and The Beautiful (Cativos do Mal, 1952), com Lana Turner e Kirk Douglas, uma crítica à política dos estúdios de Hollywood premiada com 5 Óscares. Em 1956, filmou a biografia do pintor Vincent Van Gogh em Lust For Life (A Vida Apaixonada de Van Gogh), novamente com Kirk Douglas e Anthony Quinn como Gaugin. Estava demonstrada a versatilidade de Minnelli em relação ao tratamento dos diversos géneros cinematográficos, mas foi num feliz regresso aos musicais, com Gigi (1958), que o realizador recebeu o único Óscar da sua carreira. A partir daí, abraçou o género melodramático: Some Came Running (Deus Sabe Quanto Amei, 1959) com Frank Sinatra, Dean Martin e Shirley MacLaine, The Four Horsemen Of The Apocalipse (Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse, 1962) com Glenn Ford e Charles Boyer, e The Sandpiper (Adeus, Ilusões, 1965) em que dirigiu o casal Richard Burton e Elizabeth Taylor. Dirigiu a filha Liza Minnelli, Ingrid Bergman e Charles Boyer em A Matter Of Time (1976), mas o filme foi um fracasso comercial, tendo o realizador culpabilizado os produtores e os editores pelo sucedido. Foi o último filme de um Minnelli desiludido.
Como referenciar: Vincent Minnelli in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 00:54:40]. Disponível na Internet: