Vitória (Seychelles)


Aspetos Geográficos
Capital e maior cidade das Seychelles, Vitória localiza-se no Nordeste da ilha de Mahé, a maior do arquipélago, no oceano Índico. Constitui também um porto importante. O seu clima é muitíssimo agradável. Possui cerca de 25 000 habitantes (2006), cerca de um terço da população do país.

História e Monumentos O primeiro registo das ilhas data de 1502, por Vasco da Gama. Contudo, só começaram a ser exploradas em 1609, pelos ingleses, sendo também usadas ocasionalmente por piratas em trânsito entre África e a Ásia. Após o domínio francês, os ingleses acabaram por dominar as ilhas no início do século XIX, sendo nesta altura que fundam Vitória para ser sede do seu governo colonial. Em 1976, atingiu a independência, mantendo-se a cidade como capital. Em 2004, foi afetada por um violento terramoto, que destruiu uma das mais importantes pontes da cidade.

Aspetos Turísticos e Curiosidades
Uma das principais atrações da cidade é uma miniatura do famoso Big Ben de Londres, situado no centro da cidade. Outros pontos de interesse são o Tribunal, os Jardins Botânicos, o Museu Nacional de História de Vitória, o Museu Nacional de História Natural e o Mercado de Sir Selwyn Selwyn-Clarke. A cidade possui também um estádio e um instituto politécnico. O porto interior fica para leste da cidade, onde a pesca do atum assume grande relevo.


Economia
Centro administrativo, cultural e económico do país, a cidade exporta baunilha, canela, cocos, carapaças de tartaruga, guano e sabão. O turismo também tem alguma importância, sendo um dos motores da economia nacional. Tem também por trunfo económico a sua condição de "paraíso fiscal". É servida pelo aeroporto internacional das Seychelles.
Como referenciar: Vitória (Seychelles) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-25 05:33:30]. Disponível na Internet: