Wendy Hiller

Atriz inglesa, Wendy Margaret Hiller nasceu a 15 de agosto de 1912, em Bramshall, Cheshire, e faleceu a 14 de maio de 2003, em Beaconsfield, na Inglaterra. Começou a sua carreira de atriz no teatro, aos 18 anos. Ao participar nas peças St. Joan e Pygmalion, de George Bernard Shaw, este ficou tão impressionado com a sua atuação que a recomendou para o papel de Eliza Doolitlle no filme Pygmalion. Decorria o ano de 1938 e foi a sua estreia no cinema, valendo-lhe a nomeação para o Óscar de Melhor Atriz. Seguiram-se Major Barbara (1941) e a comédia I Know Where I'm Going! (Sei Para Onde Vou, 1945), ao lado de Rex Harrison. Em 1958, ganhou o Óscar de Melhor Atriz Secundária pela sua prestação em Separate Tables (Vidas Separadas). Participou depois em Sons and Lovers (1960); Toys in the Attic (1963), pelo qual foi nomeada para o Globo de Ouro de Melhor Atriz Secundária; A Man for All Seasons (Um Homem Para a Eternidade, 1966), em que obteve nova nomeação para o Óscar de Melhor Atriz Secundária; Murder on the Orient Express (Um Crime no Expresso do Oriente, 1974); Voyage of the Damned (A Viagem dos Malditos, 1976); e The Elephant Man (O Homem Elefante, 1980), de David Lynch, entre outros.
Fez também alguma televisão, obtendo sucesso em telefilmes como Witness for the Prosecution (1982) ou The Importance of Being Earnest (1985).
Em 1975, recebeu o título de Dame da Coroa Britânica.
Como referenciar: Wendy Hiller in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-22 22:08:06]. Disponível na Internet: