X-Men

Série de banda desenhada da Marvel Comics, criada nos Estados Unidos da América (EUA) em 1963, por Stan Lee (argumento) e Jack Kirby (desenho).
X-Men é o nome de um grupo constituído por jovens mutantes, cada qual exímio num poder muito específico. Inicialmente foi constituído por cinco elementos: Ciclope (os olhos emitem um feixe de luz poderosíssimo), Anjo (consegue voar), Homem do Gelo (transforma-se em gelo), Fera (tem uma força colossal) e Garota Marvel (movimenta objetos com a mente), mas ao longo da sua existência a sua composição foi variando. Tempestade, Wolverine, Noturno, Colossus e Banshee são outros dos elementos que se foram juntando.
Este grupo está ao serviço da Humanidade, comandado pelo Professor X (Charles Xavier), que os selecionou e formou na sua escola especial. O próprio Professor X é também um mutante, dotado de uma extraordinária capacidade telepática, que lhe permite ler o pensamento dos outros e comunicar com o seu pessoal, onde quer que estejam, coordenando de longe as missões dos X-Men, pois está limitado por uma cadeira de rodas. Uma particularidade dos X-Men é que os seus super poderes lhes levantam diversos problemas, pela dificuldade em conciliar o seu dever com uma vida normal, relacionar-se com outras pessoas e constituir família. Deste modo, para além das sempre violentas missões que têm em mãos os seus problemas pessoais são um dos ingredientes sempre presentes.
Wolverine constitui um caso de popularidade muito especial, tendo, em paralelo, as suas próprias histórias.
Entre outros argumentistas, destacam-se nomes como Roy Thomas, Chris Claremont, Len Wein. Nos desenhadores, Alex Toth, Werner Roth, Jim Steranko, Barry Windsor-Smith, Neal Adams, John Byrne, Jim Lee e John Bolton são os mais importantes. Consequentemente, a série teve diversos ciclos de criatividade. Por exemplo, entre 1970 e 1975 esteve sem publicar novas histórias e em 1991 a nova versão concebida por Chris Claremont e por Jim Lee atingiu o mítico número de sete milhões de exemplares vendidos.
A saga dos X-Men foi adaptada para o grande ecrã por duas ocasiões: em 2000 e em 2003. X-Men 1.5 e X-Men 2 foram realizados por Brian Singer e contaram com Patrick Stewart (Xavier), Hugh Jackman (Wolverine), Halle Berry (Tempestade) e Ian McKellen (Magneto) nos principais papéis.
Surgidos no Brasil em 1969, os X-Men passaram por vários editores no país-irmão, tendo esse material naturalmente chegado ao nosso país.
Em Portugal estrearam-se sob o nome de Patrulha X, aparecendo na série "Fantástica" da revista Ação e Mistério (número 9, de 15 de agosto de 1971) e no primeiro número da Coleção "Ação e Mistério - Edição Especial" (1972), agora sob o nome de Os Homens X, ambas publicações da Palirex. Mais de 20 anos depois reapareceram na revista Fantásticos X-Men (1995-1997), mas também em números e séries especiais de revistas como X-Men, Wolverine, Wolverine Extra, Fantásticos X-Men Anual, Fantásticos X-Men Extra, Fantásticos X-Men Gigante, X-Men - Edição Especial e Fantásticos X-Men 2099, todas da abril Morumbi, depois abril/Controljornal.
A Devir iniciou o seu vasto catálogo de Comics (BD originária dos EUA) com a revista mensal Os Espantosos X-Men em abril de 1999, a que se seguiram títulos como Wolverine, Marvel Especial, Ultimate Marvel, Universo Marvel Deluxe e os Novos X-Men. Com a Panini Comics, apresentaram em 2003 um volume dedicado aos X-Men integrado na Coleção "Os Clássicos da Banda Desenhada", distribuída com o Correio da Manhã.
Como referenciar: X-Men in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-23 14:04:42]. Disponível na Internet: