Zoroastro

Nome grego por que é conhecido o profeta persa Zaratustra, fundador do Masdeísmo.
A tradição aponta-o frequentemente como um herói semítico, mas a sua existência histórica é normalmente aceite como real. O período cronológico da sua vida é apontado por alguns autores como situado algures no ano 1000 a. C., embora outros defendam a sua existência entre 660 e 583 a. C. O seu local de nascimento é igualmente incerto, embora seja apontada a região de Airyanem Vaejo, na Pérsia Ocidental.
Durante um longo período viveu uma vida de isolamento no deserto, recebendo à idade de 30 anos as sete revelações do deus Ahura-Mazda, ou Ormuzd, iniciando uma nova pregação assente nos valores da pureza e igualdade. Embora perseguido, viajou pelo Noroeste do Irão, introduzindo profundas modificações na tradição religiosa iraniana. Zoroastro afirmava a necessidade do Homem atuar com justiça, dizendo a verdade e combatendo a mentira. A sua religião era dualista ao afirmar o eterno conflito entre a verdade (arta) e a mentira (druj), que embora fossem conceitos abstratos adquiriram uma quase personificação.
Após um longo período de perseguição, consegue a conversão do príncipe iraniano Histaspes. O período seguinte passa-o a ensinar na Báctria, onde provavelmente terá sido assassinado com 77 anos de idade.
A sua obra foi fundamental para o pensamento existencialista do nosso século XIX, nomeadamente para o alemão Nietzsche, que o tornou um elemento fundamental do seu raciocínio filosófico.
Como referenciar: Porto Editora – Zoroastro na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-23 22:30:29]. Disponível em