Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Bulgária

Geografia
País do Sudeste da Europa. Situado nos Balcãs, na costa do mar Negro, abrange uma área de 110 910 km2. A Bulgária está limitada pela Roménia, a norte; pelo mar Negro, a leste; pela Turquia, a sudeste; pela Grécia, a sul; pela Macedónia, a sudoeste, e pela Sérvia, a oeste. As cidades mais importantes são Sófia, a capital, com 1 161 300 habitantes (2004), Plovdiv (714 200 hab.) (2004), Varna (460 100 hab.) (2004), Burgas (421 500 hab.) (2004), Ruse (264 800 hab.) (2004) e Pleven (310 300 hab.).
Clima
Bandeira da Bulgária
Igreja Russa de St. Nikolai em Sófia, Bulgária
O clima é temperado continental, no Norte e no Noroeste, com invernos frios, e mediterrânico, no Sudeste, com invernos mais suaves e verões quentes e secos.
Economia
A economia da Bulgária baseia-se na indústria, que sofreu uma forte modernização nos últimos anos. As principais produções industriais são os materiais de construção, o aço, os adubos, o papel, os têxteis, a cerveja, o vinho e os eletrodomésticos. O país não dispõe de abundantes recursos naturais, sendo apenas de realçar a produção de lignite. Na agricultura, além dos cereais, são também cultivados o girassol e a batata. O turismo, em especial no litoral do mar Negro, constitui uma importante fonte de receitas. Os principais parceiros económicos da Bulgária são a Rússia, a Alemanha, a Itália e a Turquia.
Indicador ambiental: o valor das emissões de dióxido de carbono, per capita (toneladas métricas,1999), é de 5,1.
População
A Bulgária possui uma população de 7 385 367 habitantes (est. 2006), o que corresponde a uma densidade de aproximadamente 67,17 hab./km2. As taxas de natalidade e de mortalidade são, respetivamente, de 9,65%o e 14,27%o. A esperança média de vida é de 72,3 anos. O valor do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,795 e o valor do Índice de Desenvolvimento ajustado ao Género (IDG) é de 0,794 (2001). A população de origem búlgara representa 83,6%, sendo os Turcos 9,5%, os ciganos 4,6% e outros 2,3% (1998). As religiões com maior expressão são a ortodoxa (87%) e a muçulmana (13%). A língua oficial é o búlgaro.
História
Depois dos Bizantinos, os Turcos Otomanos dominaram o território durante cinco séculos. Durante a guerra entre os Russos e os Turcos, entre 1877 e 1878, surgiu um forte movimento nacionalista. No final da guerra, a Rússia impôs à Turquia o Tratado de San Stefano, segundo o qual a Bulgária passou a ser praticamente independente, cobrindo quase três quintos da Península Balcânica. Os países vizinhos não concordaram com o tratado e, nesse ano, no Congresso de Berlim, autorizaram a autonomia de apenas uma pequena parcela de território, que correspondia à parte central entre os Balcãs e o Danúbio. Em 1885, Fernando tornou-se Príncipe da Bulgária e declarou a independência do território. Algum tempo depois, o príncipe búlgaro uniu a Grécia, a Sérvia e o Montenegro ao seu país, formando a Liga Balcânica, que conquistou aos Turcos a Macedónia e a Trácia, na Primeira Guerra Balcânica, entre 1912 e 1913. Entretanto, Fernando ficou insatisfeito com a pequena porção da Macedónia, que recebeu como pilhagem, e precipitou-se na Segunda Guerra Balcânica, entre junho e agosto de 1913, contra a Turquia e a Roménia. A Bulgária perdeu a guerra, bem como grande parte do território que tinha conquistado na primeira guerra. Esse facto representou o fim da expansão territorial búlgara. Embora Fernando se tenha colocado ao lado dos países mais fortes, durante a Primeira Guerra Mundial, com o objetivo de recuperar a Macedónia, a derrota do país em 1918 forçou o príncipe a abdicar a favor do filho, Boris.
Seguiram-se anos de crise económica, de extremismo político e de violência, o que levou Boris a instalar uma ditadura real. Durante a Segunda Guerra Mundial, a Bulgária colocou-se ao lado da Alemanha, mas, mais uma vez, a tentativa de expandir o território saiu falhada. Em 1944, o comunismo chegou ao poder, depois de uma invasão do Exército Vermelho Soviético. Em 1946, um plebiscito aboliu a monarquia e estabeleceu uma república democrática, que, mais tarde, passou a ser dominada pelo Partido Comunista Búlgaro. Seguiram-se as expropriações estatais da indústria e a coletivização dos solos agrícolas. Sob as lideranças sucessivas de Georgo Dimitrov, Vulko Chervenkov e Todor Zhivkov, a Bulgária transformou-se num país predominantemente urbano e industrial e manteve-se firmemente ligado à União Soviética.
Em 1989, a onda de democratização do leste europeu também se fez sentir na Bulgária. As eleições multipartidárias de 1990 deram a vitória ao Partido Socialista (a nova designação do anterior Partido Comunista). Mas, nas eleições de 1991, a União das Forças Democratas chegou ao poder e formou o primeiro governo democrata da Bulgária desde 1946.
A 14 de dezembro de 1995, a Bulgária efetuou oficialmente o pedido de adesão à União Europeia, facto que se veio a concretizar a 1 de janeiro de 2007.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Bulgária na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-19 21:52:44]. Disponível em
Artigos
ver+

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros