Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Constança (personagem)

Protagonista da farsa Auto da Índia de Gil Vicente, peça onde a crítica aos Descobrimentos portugueses se consubstancia na crítica ao adultério, Constança é, assim, construída como tipo social da mulher que, escapando à autoridade do marido quando este parte nas caravelas em busca de riqueza e de glória, se sente livre para enveredar por uma vida devassa. Um dos traços mais salientes da sua personalidade é a falsidade manifestada em vários momentos da farsa: logo de início quando parece sentir mágoa pela partida do marido, mas, na verdade, chora pela hipótese de ele não seguir viagem; depois, no fingimento desenvolvido com habilidade quando consegue, ao mesmo tempo, receber dois amantes, Lemos e o Castelhano, sem estes terem conhecimento um do outro; e, finalmente, na hipocrisia que se acentua com o regresso do marido, ao evocar o seu comportamento saudoso, devoto e recatado, chegando ao extremo de simular ciúmes do marido ausente nas "índias mui fermosas".
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Constança (personagem) na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-02 17:49:51]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais