Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Koweit

Geografia
País do Sudeste Asiático. Situado na costa noroeste do golfo Pérsico, o Koweit (ou Kuwait) abrange uma área de 17 8120 km2. Encontra-se limitado pelo Iraque, a norte e a oeste, pela Arábia Saudita, a sul, e pelo golfo Pérsico, a leste. As cidades mais importantes são a Cidade do Koweit, a capital, com uma população de 31 100 habitantes (2004), Az-Salimiyah (149 100 hab.), Qalib ash-Shuyukh (116 900 hab.), Hawalli (94 200 hab.) e Abraq Khitan (33 400 hab.).
Clima
Museu Nacional do Koweit
Minarete de uma mesquita, Koweit
Depósitos municipais para água, cidade do Koweit
Bandeira do Koweit
O clima é desértico quente na maior parte do território, com um enorme contraste entre o verão, de abril a outubro, e o inverno, de novembro a março. No verão, a temperatura chega a ultrapassar 50 ºC.
Economia
A economia do Koweit baseia-se na exploração do petróleo e do gás natural. É um dos países fundadores da OPEP. Os principais produtos importados do Japão, da Holanda, da Alemanha e dos EUA são a maquinaria, o equipamento para transportes, a matéria-prima e os produtos alimentares. As exportações, constituídas por petróleo e produtos petrolíferos, têm como principais destinos a Índia, a Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos e os Estados Unidos da América.
Indicador ambiental: o valor das emissões de dióxido de carbono, per capita (toneladas métricas, 1999), é de 24,9.
População
A população era, em 2006, de 2 418 393 habitantes, o que correspondia a uma densidade de aproximadamente 131,7 hab./km2. As taxas de natalidade e de mortalidade são, respetivamente, de 21,94%o e 2,41%o. A esperança média de vida é de 77,2 anos. O valor do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,820 e o valor do Índice de Desenvolvimento ajustado ao Género (IDG) é de 0,813 (2001). Estima-se que, em 2025, a população seja de 4 175 000 habitantes. Os naturais do Koweit representam 41% dos habitantes; os árabes, os asiáticos e os palestinianos correspondem no total a 59%. A religião maioritária é a muçulmana, sendo os muçulmanos sunitas 45% e os muçulmanos xiitas 30%. A língua oficial é o árabe.
História
O Koweit foi um protetorado britânico desde 1899 até 1961. A partir dessa data, e até aos dias de hoje, passou a ser uma monarquia constitucional, em que o primeiro-ministro e a Assembleia Nacional assistem o emir. O país tem seguido uma política de neutralidade em relação aos Estados Árabes. Mas, mesmo assim, a Arábia Saudita e o Iraque reivindicaram várias vezes o território, chegando até a invadi-lo. No entanto, o Koweit tem-se mantido estável e independente graças a um exército bem equipado e às ajudas internacionais.
Com o início da Guerra Irão-Iraque, em 1980, o país viu a segurança e o comércio de petróleo ameaçados. No final da guerra, o Koweit concedeu grandes empréstimos ao Iraque. Mas quando chegou a altura de saldar as dívidas de guerra, a resposta iraquiana foi a invasão do território em agosto de 1990. O Governo do Koweit refugiou-se na Arábia Saudita. As Nações Unidas impuseram um embargo económico ao Iraque e aprovaram o uso da força. Durante o mês de janeiro de 1991 a coligação militar internacional, que operava na Arábia Saudita, fez vários bombardeamentos aéreos ao país invasor. Em fevereiro as forças militares iraquianas retiravam do Koweit.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Koweit na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-02 00:36:46]. Disponível em
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Koweit na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-10-02 00:36:46]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais