Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Bom português

puder ou poder?

ver mais

trás ou traz?

ver mais

impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Moldávia

Geografia
País da Europa Oriental. Situa-se a sul das montanhas dos Cárpatos e cobre a parte sudoeste da Plataforma Russa. Faz fronteira com a Ucrânia, a norte, sul e este, e a Roménia, a oeste. A área total da Moldávia é de 33 851 km2.
As principais cidades são Chisinau, a capital, com 494 000 habitantes (2021), Tiraspol, Balti e Bendery (Tighina).

Tem uma rede bem desenvolvida de canais fluviais. O solo é rico e fértil. O Norte e o Centro do país estão cobertos de floresta.

Clima

Trabalho agrícola, na Moldávia
Bandeira da Moldávia
A Moldávia conta normalmente com temperaturas moderadas no inverno e quentes no verão.

Economia
Depois de 1996, a Moldávia registou uma retoma no seu crescimento económico. O facto relaciona-se, por um lado, com o incremento da agroindústria e, por outro, com o aumento das exportações na sequência da abertura de trocas com a Rússia. As suas principais produções agrícolas são a beterraba açucareira, as uvas, o milho, o trigo, as batatas e as maçãs. No setor industrial, salientam-se as indústrias alimentares, as metalomecânicas e as têxteis. Os principais parceiros comerciais da Moldávia são a Rússia, a Ucrânia, a Roménia e a Bielorrússia.
 

População
A Moldávia tem uma população de 3 323 875 habitantes (julho 2021). A taxa de natalidade é de 10,45%o e a taxa de mortalidade é de 12,46%o. A esperança média de vida é de 72,16 anos. Etnicamente, a população compõe-se de moldavos (75%), romenos (7%), ucranianos (6.6%), russos (4.1%), entre outros. Os ortodoxos orientais são a religião predominante. A língua oficial é o romeno.

História
A Moldávia chegou a ocupar uma área que hoje está dividida entre a própria Moldávia e a Roménia atual. Entre os séculos XIV e XVI esta região fez parte do Império Otomano. A parte oriental, a Bessarábia, foi administrada pela Rússia entre 1812 e 1917 tendo sido apoderada pela Roménia, uma ação contestada pelo governo soviético. Em 1924 a União Soviética estabeleceu a República Socialista Soviética Autónoma da Moldávia. Antes e depois da Segunda Guerra Mundial, esta república foi bastante sovietizada. A agricultura foi coletivizada, as empresas foram nacionalizadas e tanto russos como ucranianos estabeleceram-se na república. Entre 1941 e 1944, a Bessarábia voltou à posse da Roménia, e, neste ano, as tropas russas devolveram o território à Moldávia. A então República Socialista teve um grande crescimento urbano e industrial nos anos 50.
A Glasnost e a sua política de liberalização de vários aspetos da vida soviética, como a introdução de uma crescente liberdade de expressão e de informação e de uma abertura às relações com países do ocidente, fez ressurgir na Moldávia o nacionalismo nos anos 80. Aumentou a pressão no sentido de uma reforma da língua, apelou-se para uma versão do cirílico para o alfabeto latino. Em 1988 o movimento de apoio à Perestroika fundou a Frente Popular Moldaviana e persuadiu o governo da república a instaurar o romeno como língua do Estado e a reinstaurar o alfabeto latino como a escrita original. Esta proposta provocou reações negativas junto dos especialistas da língua russos e motivou uma campanha de autonomia da minoria turca que reside no sudoeste da Moldávia que fala o gagau. Em novembro de 1989 os radicais da Frente Popular tentaram fazer explodir uma bomba de petróleo no Ministério do Interior situado no centro da capital. Seguiram-se distúrbios nas ruas de Chisinau, conflitos interétnicos que levaram à instalação do estado de emergência, só superado pelo diálogo. Em junho de 1990 foi declarada a soberania. A região sudoeste e a centrada em redor da cidade de Tiraspol formaram oficiosamente uma república para se defenderem do nacionalismo moldavo. Em março de 1991, a república boicotou o referendo para a preservação da União Soviética o que ainda veio a piorar os conflitos interétnicos. Em agosto de 1991, a Moldávia declarou a independência da União Soviética e adotou o romeno como língua oficial.
Depois de 1996, a Moldávia registou uma retoma no seu crescimento económico. O facto relaciona-se, por um lado, com o incremento da agroindústria e, por outro, com o aumento das exportações na sequência da abertura de trocas com a Rússia.

Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Moldávia na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-11-28 12:49:07]. Disponível em
Artigos
ver+
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Moldávia na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-11-28 12:49:07]. Disponível em
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Bom português

puder ou poder?

ver mais

trás ou traz?

ver mais

impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais