Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

predicativo

Função sintática que atribui uma dada propriedade ou qualidade à entidade designada por um sintagma nominal (SN) com função de sujeito, objeto direto ou objeto indireto. Consoante a função sintática da entidade a quem a propriedade é atribuída, o predicativo assume as designações de predicativo do sujeito, predicativo do objeto direto e predicativo do objeto indireto. A função sintática de predicativo é, como quase todas as funções sintáticas, decorrente do tipo de verbo que a seleciona, sendo por isso apenas atualizada com verbos ditos predicativos.
A TLEBS especifica um conjunto de informações linguísticas relativas à concordância entre sujeito e predicativo do sujeito.
- É o sujeito quem determina a concordância de género e número com o predicativo do sujeito, quando este é um grupo nominal ou um grupo adjetival.
Exs.:
O João é professor. / *O João é professora. [grupo nominal]
O João está realizado./ *O João está realizada (realizados ou realizadas). [grupo adjetival]
- Quando o predicativo do sujeito é uma expressão de tipo qualitativo não concorda com o sujeito.
Ex.: As minhas férias foram um sonho.
- Quando o sujeito composto é constituído por mais do que uma expressão nominal, o predicativo do sujeito flexiona-se no plural.
Exs.: O leite e o queijo são saudáveis.
*O leite e o queijo são saudável.
- Quando o sujeito composto é constituído por mais do que uma expressão nominal e uma delas se encontra no género masculino, o predicativo do sujeito flexiona-se no plural e no género masculino.
Exs.: A caneta e o lápis são práticos.
* A caneta e o lápis são práticas.
1. Predicativo do Sujeito (PSU)
Propriedades:
1. atribui uma propriedade à entidade designada por sujeito (SU)
2. apresenta as mesmas marcas de género e número que o SU:
i) A menina andava [cansada] PSU.
ii) Clarice Lispector [é uma óptima escritora brasileira] PSU.
3. pode ser realizado por um SN (sintagma nominal), por um SADJ (sintagma adjetival), por SP (sintagma preposicional) ou por SADV (sintagma adverbial):
4. pode ser atualizado por um SN (sintagma nominal), por um SADJ (sintagma adjetival), por um SP (sintagma preposicional) ou por uma Frase:
iii) Os teus amigos são [um espanto] SN/ PSU.
iv) A Susana anda [triste] SADJ/ PSU.
v) O meu colega está [de cama] SP/ PSU.
vi) O problema é [que não há dinheiro] F/ PSU.
5. está à direita de um verbo copulativo (ser, estar, continuar, ficar, parecer, permanecer, tornar-se, andar)
vii)O professor é [estrangeiro] PSU.
viii) O menino está [com frio] PSU.
ix) Os funcionários continuam [em greve] PSU.
x) Os vizinhos ficaram [em estado de choque] PSU.
xi)O Manuel parece [pouco simpático] PSU.
xii) Os leis permanecem [inalteradas] PSU.
xiii) Os dois colegas tornaram-se [grandes amigos] PSU.
xiv) A Maria anda [cansada] PSU.
6. entra nas construções passivas construídas a partir de verbos transitivos predicativos (ver 2.), correspondendo ao predicativo do complemento direto (ver 2.) da respetiva frase na ativa:
xv) A ministra foi eleita [deputada] PSU. (Voz Ativa: Os cidadãos elegeram a ministra [deputada] POD).
xvi) O campeonato foi dado [como perdido] PSU. (Voz Ativa: Alguém deu o campeonato [como perdido] POD).
7. em certos casos a concordância verbal pode fazer-se com o PSU
xvii) Ø São [duas horas] PSU.
xviii) Ø Foram [muitos meses de trabalho] PSU.
A TLEBS também considera que o predicativo do sujeito se trata de uma função sintática desempenhada por um grupo nominal, um grupo adjetival, um grupo preposicional ou um grupo adverbial, exigido por um verbo copulativo e que predica algo acerca do sujeito. A expressão "grupo" substitui a expressão "sintagma".
2. Predicativo do Objeto Direto (POD)
Propriedades:
1. atribui uma qualidade ao objeto direto (OD)
2. concorda em género e número com o OD
xix) A rainha achou [Alice] OD [muito bonita] POD.
3. pode ser realizado por um SN, SADJ ou um SP
4. é introduzido por verbos transitivos predicativos (achar, chamar, tratar, considerar, ter, nomear, eleger, fazer, tornar, encontrar, julgar, crer)
xx) O Sr. Álvaro acha [o genro] OD [simpático] POD.
xxi) Todos consideram [o professor] OD [muito justo] POD.
xxii) Eles tinham-[no] OD [por/como um homem honesto] POD.
xxiii) A assembleia nomeou-[o] OD [chefe do partido] POD.
xxiv) A Espanha elegeu [Zapatero] OD [primeiro-ministro] POD.
xxv) O João faz [a mãe] OD [feliz] POD.
xxvi) A operação tornou-[o] OD [saudável] POD.
A TLEBS designa esta função sintática de predicativo do complemento direto, substituindo a expressão "objeto" por "complemento". Por outro lado, especifica que o complemento direto e o predicativo do complemento direto formam uma predicação complexa, possível de ser substituída por uma frase subordinada finita.
Ex.: Todos consideram o professor muito justo.
Todos consideram (que) [o professor é muito justo].
Acrescenta ainda que, regra geral, o predicativo do complemento direto concorda, em género e número, com o complemento direto.
Ex.: Eles tinham-no como um homem honesto.
3. Predicativo do Objeto Indireto (POI)
1. atribui uma qualidade ao objeto indireto
2. ocorre apenas com o verbo chamar:
xxvii) As testemunhas chamaram-[lhe] OI [mentiroso] POI.
xxviii) Chamou [estúpido] POI [ao amigo] OI.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – predicativo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-21 07:39:17]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros