Alice Cruz

Apresentadora de televisão, Alice Cruz começou por trabalhar em Angola como locutora da Estação Oficial e apresentadora de espetáculos. Estreou-se na Radiotelevisão Portuguesa (RTP) em 1963, no programa "Presença no Ultramar". No entanto, só quatro anos depois ingressou nos quadros da RTP, onde já apresentava a rubrica "Ponto de Vista".
Foi só em 1970 que se impôs definitivamente como uma das caras mais conhecidas e respeitadas da televisão portuguesa. Para isso, contribuiu a apresentação do programa "A Hora do Almoço", com que a RTP se estreou em emissões naquele período do dia. Tratava-se de um programa que incluía rubricas informativas, recreativas e de divulgação. Alice Cruz alternava a apresentação com Ana Zanatti e Linda Bringel. Em 1972, Alice Cruz viveu outro dos momentos altos da sua carreira ao apresentar o programa "Domingo à Noite", que era gravado no Teatro Maria Matos, em Lisboa. "Domingo à Noite" era um dos programas preferidos do público, sendo constituído por números musicais, de bailado e de humor, neste caso protagonizados por Florbela Queirós e Norberto de Sousa. O programa teve 60 edições e Alice Cruz partilhou a apresentação com Henrique Mendes, Eládio Clímaco e Maria Margarida. É também em 1972 que Alice Cruz apresenta pela primeira vez o Festival RTP da Canção, juntamente com Carlos Cruz. No ano seguinte, participou ao lado de Artur Agostinho no programa de entrevistas "O Tempo em que Você Nasceu".
A partir daí, foi uma presença assídua na RTP, tanto na apresentação de programas de entretenimento como de concursos.
No início da década de 90 acumulou as funções de locutora com a de diretora da revista feminina Guia.
Como referenciar: Alice Cruz in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-15 08:59:09]. Disponível na Internet: