ARPA

Acrónimo de Advanced Research Projects Agency, como é mais conhecida, ou Defense Advanced Research Projects Agency (ou DARPA), como se passou a designar a partir de 1996.
Esta Agência de Projetos de Pesquisa Avançada foi criada a 7 de fevereiro de 1958 pela diretiva 5105.15 do Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América, com a finalidade de implementar e dirigir projetos avançados de pesquisa e desenvolvimento para os militares.
Consta que o motivo por trás da sua criação se prendeu com o êxito do lançamento do primeiro satélite artificial soviético - o Sputnik -, a 4 de outubro de 1957, que terá levado o então presidente americano, Dwight D. Eisenhower, a considerar a necessidade de fomentar e financiar a investigação tecnológica. A 23 de março de 1972, estabeleceu-se como um organismo separado, na dependência direta do Secretário da Defesa americano, e a sua designação foi alterada para DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency), mas apenas até 1993, quando, a 23 de fevereiro, o então presidente Bill Clinton determinou que voltasse à sua designação original de ARPA.
Finalmente, a 10 de fevereiro de 1996, reassumiu em definitivo a designação DARPA, que mantém até hoje.
Este organismo governamental tornou-se conhecido pelas experiências que desenvolveu em finais da década de 1960, com o objetivo de criar uma vasta rede informática de comunicação, através de linhas dedicadas, que pudesse resistir à eventualidade de uma guerra nuclear.
Estas experiências resultaram na criação, em 1969, da ARPANET, uma rede que permitia a ligação direta entre computadores que podiam correr sistemas diferentes, testada inicialmente entre a Universidade da Califórnia, em Los Angeles, e o Instituto de Pesquisas de Stanford, a que se juntou pouco depois a Universidade do Utah.
Durante o início dos anos 70, várias outras universidades e organismos científicos vieram a partilhar aquela ligação, permitindo assim à ARPA utilizar a ArpaNet como veículo para a investigação e desenvolvimento de novas tecnologias na área das ligações de redes de computadores.
Esta acabou por se tornar a precursora da atual Internet, que, durante os seus primeiros estágios de desenvolvimento, chegou mesmo a utilizar a ArpaNet como backbone.
Como referenciar: ARPA in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-26 11:47:59]. Disponível na Internet: