Banguecoque


Aspetos Geográficos
Cidade e capital da Tailândia, Banguecoque situa-se na margem leste do rio Chao Phraya, a 30 km do golfo da Tailândia. Uma complexa rede de canais levou a que ficasse conhecida como a Veneza do Oriente. Exuberante, barulhenta e caótica, é uma das maiores metrópoles do mundo, possuindo cerca de 7 500 000 habitantes (2005).

História e Monumentos Apesar do nome pelo qual é universalmente conhecida corresponder apenas a uma área da cidade, os tailandeses chamam-lhe também Krung Thep (que significa "cidade dos anjos"). A cidade começou por ser uma pequena comunidade portuária e centro de comércio da nação conhecida por Sião. A cidade velha foi fundada como capital real em 1782, funcionando como importante porta de entrada no país, visto ficar próxima do golfo da Tailândia. O Grande Palácio, iniciado em 1782 como residência da família real tailandesa, é o monumento mais emblemático e opulento da cidade, incluindo templos onde se encontram três importantes estátuas de Buda: o Buda de Esmeralda, o Buda Reclinado e o Buda de Ouro (esta última uma estátua esplêndida de ouro maciço).

Aspetos Turísticos e Curiosidades
Banguecoque é uma cidade congestionada durante todo o dia, encontrando-se o seu centro muito iluminado pelos néons dos numerosos clubes noturnos. Em termos culturais, merece destaque o Jardim das Rosas, situado próximo do Grande Palácio, local onde se apresentam danças tradicionais e jogos de boxe tailandês, variante que admite também pontapés. É uma das cidades mais procuradas pelos turistas em todo o mundo, sendo o primeiro destino turístico asiático. Possui diversos locais de interesse histórico, nas duas margens do rio Chao Phraya. Tem também hotéis muito bons, embora coexistam com ofertas de baixo nível e custo. O comércio é outro ponto forte ao nível do turismo, especialmente os mercados, com destaque para aqueles que existem nos canais e que fazem parte de rotas turísticas. A cidade tem ainda uma vida noturna prolífica e muito variada, desde os clubes ocidentalizados e cafés chiques para os mais ricos até aos bares baratos, muito populares entre os locais. Um dos aspetos mais negativos de Banguecoque são os engarrafamentos de trânsito que nem os recentes investimentos em mais transportes públicos têm evitado, estando na origem da elevada poluição. Outro aspeto que dá má reputação à cidade é a indústria florescente do sexo, fortemente organizada e disseminada.


Economia
Centro económico do país, Banguecoque concentra a esmagadora maioria das atividades industriais e financeiras, servindo de sede aos principais bancos tailandeses e até alguns estrangeiros. O turismo é outra das atividades que contribui de forma mais decisiva para a economia da cidade. A disparidade de poder de compra é muito grande entre os seus habitantes. Existem diversas universidades públicas e privadas, assim como uma rede de estradas e autoestradas com assinalável capacidade, embora não cheguem para afastar o problema grave do trânsito. O aeroporto internacional de Banguecoque, situado na zona norte da cidade, era o mais utilizado do sudeste asiático, mas agora recebe apenas os voos domésticos, passando os internacionais para o novo aeroporto situado a Sudeste.
Como referenciar: Banguecoque in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-13 11:31:30]. Disponível na Internet: