Beira

Cidade capital da província de Sofala, situada no leste de Moçambique. A província de Sofala, confinada pelas províncias de Manica, Tete, Zambézia e Inhambane e, a este, pelo oceano Índico, possui uma superfície de 67 218 km2 e uma população de 1 516 166 habitantes (em 2001), constituída principalmente pelas etnias do povo Sena e Ndau.
A cidade da Beira, localiza-se próximo de um porto de mar, no canal de Moçambique, na foz dos rios Pungue e Buzi. É a terceira maior cidade do país, depois de Maputo e de Matola, contando com uma população estimada em 487 100 habitantes (2004). A cidade, originalmente com o nome de Aruângua, deve o seu atual nome ao príncipe da Beira, D. Luís Filipe, primogénito de D. Carlos, que nascera no ano da construção do posto militar de Aruângua (1887) e que, no início do século XX, chegou a visitar as províncias de Sofala e de Manica.
A cidade da Beira apresentou, durante anos, um lento progresso, dada a debilidade da rede de estradas. Esta foi, no século XX, frequentemente suspensa e, por vezes, destruída, devido não só à Guerra da Independência do Zimbabwe, no final dos anos 70, como também ao Movimento Nacional Moçambicano, no início dos anos 80. Só na década de 90, as vias de comunicação da região começaram a desenvolver-se. Assim, o porto de mar tornou-se uma saída vital para o Malawi e para o Zimbabwe, enquanto os caminhos de ferro e as estradas aceleraram as ligações com os países vizinhos, principalmente, com o Zimbabwe, cujo percurso ficou conhecido por "corredor da Beira", o que atraiu investimentos consideráveis para a região. As principais transações económicas concentram-se na exportação de ferro, cobre, citrinos, camarões e na importação de petróleo proveniente dos países árabes, depois conduzido para o Zimbabwe. A exploração das açucareiras, das madeireiras e do gás natural do Búzi estão ainda desaproveitadas, podendo atingir níveis bastante elevados de desenvolvimento e de rendimento económico.
A nível turístico, a cidade, com poucos pontos de interesse, apresenta uma diversidade de estilos arquitetónicos que surgiram, essencialmente, das influências indianas, coloniais britânicas e portuguesas. Na província de Sofala, destaca-se o Parque Nacional de Gorongosa (a 200 km da Beira), ideal para os ornitólogos, pois aí pode observar-se mais de 500 espécies de pássaros, e a Reserva de Búfalos de Morromeu, que possui 6000 búfalos, número reduzido (em 1981, contavam-se 46 000) devido à guerra, à fome e aos caçadores.
Como referenciar: Beira in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-27 06:04:05]. Disponível na Internet: