Blondie

Uma das referências da era New Wave Punk, este grupo pop/rock norte-americano teve na sua vocalista, Debbie Harry (Deborah Ann Harry), a figura mais emblemática.
Começaram por tocar no circuito underground de Nova Iorque, onde reuniram grande número de seguidores. Precursores da pop dos anos 80, souberam conciliar estilos tão diversos como o rap, em "Rapture", o reggae, em "The Tide Is High", ou o disco, em "Heart Of Glass".
Durante oito anos, de 1974 até 1982, editaram seis álbuns: Blondie (1976), único trabalho que contou com Gary Valentine - Frank Infante e Nigel Harrison entrariam para o baixo e a guitarra respetivamente; Plastic Letters (1977), que possibilitou a "Denis" o primeiro número um nas tabelas do Reino Unido; Parallel Lines (1978), que incluiu os singles "Picture This", "Hanging On The Telephone", "Sunday Girl" e "Heart Of Glass", o primeiro grande êxito nos EUA; Eat To The Beat (1979), do qual foram extraídos os êxitos "Dreaming", "Atomic" e "Call Me", que fez parte da banda sonora do filme American Gigolo (1980); Autoamerican (1981), que incluiu "The Tide Is High" e "Rapture"; The Hunter (1982), cujo single "Island Of The Lost Souls" foi o seu último êxito nos EUA. Em 1982, Chris Stein adoeceu e o grupo encerrou a sua atividade.
Regressaram em 1999 com o álbum No Exit e o êxito "Maria". Para além de Harry, Stein, Burk e Destri, a nova formação contou com Leigh Foxx, no baixo, e Paul Carbonara, na guitarra.
Debbie Harry lançou o seu primeiro álbum a solo em 1981, Koo Koo, seguindo-se-lhe, em 1986, Rockbird, que incluiu o êxito "French Kissin' In The USA", Def, Dum And Blond (1989) e Debravation (1993). Participou com Iggy Pop em Red, Hot + Blue, disco-tributo a Cole Porter, com o tema "Well Did You Evah" (1990). A Sétima Arte viu-a em Union City (1979),Videodrome (1982), Hairspary (1988), Intimate Stranger (1992), Heavy (1996) e Six Ways To Sunday (1999).
Quatro anos depois de No Exit, a banda editou The Curse Of Blondie (2003), um registo modesto que nem sequer surgiu no mercado americano. Apesar disso, o single "Good Boys" mereceu algum destaque nas rádios e colheu opiniões relativamente positivas junto da crítica.
Como referenciar: Blondie in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-17 21:37:55]. Disponível na Internet: