Bósnia-Herzegovina

Geografia
País do Sul da Europa. Situada na península Balcânica e ocupando parte dos Alpes Dináricos, a Bósnia-Herzegovina abrange uma área de 51 129 km2. Está limitada pela Croácia, a oeste e a norte, e pela Jugoslávia (repúblicas da Sérvia e do Montenegro), a leste e a sul, possuindo igualmente uma estreita faixa de linha de costa no mar Adriático. As cidades mais importantes são Sarajevo, a capital, com 602 500 habitantes (2004), Banja Luka (196 500 hab.), Zenica (139 800 hab.), Tuzla (123 500 hab.) e Mostar (94 100 hab.). Todos os dados são de 2004.

Clima O clima apresenta características mediterrânicas junto ao litoral do mar Adriático, mas, no interior, é mais extremado, com invernos muito rigorosos.

Economia
Os recursos minerais do país são variados, destacando-se o ferro, a bauxite, o chumbo, o zinco e o carvão. Em termos agrícolas, as principais potencialidades centram-se no cultivo de cereais, na produção de fruta e na pecuária. A guerra e a instabilidade política e social destruíram quase completamente o seu tecido económico, pelo que o país atravessa graves dificuldades no domínio económico. Os principais parceiros económicos da Bósnia-Herzegovina são a Croácia, a Itália, a Alemanha e a Eslovénia.
Indicador ambiental: o valor das emissões de dióxido de carbono, per capita (toneladas métricas,1999), é de 1,2.

População
A Bósnia-Herzegovina tem uma população de 4 498 976 habitantes (est. 2006), o que corresponde a uma densidade de 78,73 hab./km2. As taxas de natalidade e de mortalidade são, respetivamente, de 8,77%o e 8,27%o. A esperança média de vida é de 78 anos. O valor do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,777 (2001) (IDG sem dados). As etnias principais são a muçulmana, com 50% da população, a sérvia (31%) e a croata (17%). As religiões dominantes são a muçulmana (40%), a ortodoxa sérvia (31%) e a católica (15%). As línguas oficiais são o bósnio e o servo-croata.

História
A partir do século VII, várias partes da região que hoje corresponde à Bósnia-Herzegovina foram tomadas pelos Sérvios, Croatas, Húngaros, Venezianos e Bizantinos. No século XII, o Reino Húngaro passou a governar o território, delegando o poder a vice-reis distritais de origem bósnia, croata e húngara. Em 1386 a região foi invadida pelos Turcos Otomanos e, em 1463, depois de várias batalhas, tornou-se uma província turca. Durante os séculos XVI e XVII, a Bósnia foi um ponto estratégico nos conflitos constantes contra os Habsburgos e contra Veneza. Durante este período, a maior parte da população converteu-se ao Islão.
Depois da Guerra Russo-Turca, entre 1877 e 1878, a Bósnia-Herzegovina fez parte do Império Austro-Húngaro, tendo sido anexada em 1908. A nova Constituição dividiu o eleitorado em ortodoxo, católico e muçulmano, o que contribuiu muito pouco para travar o crescente nacionalismo sérvio. Em 1914, o arquiduque austríaco Francisco Fernando foi assassinado em Sarajevo por um nacionalista sérvio. Esse acontecimento foi a gota de água para o início da Primeira Guerra Mundial. Em 1918, a Bósnia-Herzegovina foi anexada à Sérvia, como parte do Reino Sérvio, Croata e Eslovénio. Em 1946, os dois territórios tornaram-se uma república da Jugoslávia comunista.
Com o colapso do comunismo, em 1989-1990, a Jugoslávia mergulhou numa onda de nacionalismo extremo. Depois de a Croácia abandonar a federação, em 1991, os croatas bósnios e os muçulmanos aprovaram um referendo a favor da criação de uma república multinacional e independente. Mas os sérvios bósnios recusaram separar-se da Jugoslávia, que nessa altura se encontrava sob o domínio da Sérvia. Em 1992, a Bósnia-Herzegovina foi arrastada para uma guerra civil sangrenta e devastadora, em que as populações acabaram por ser saneadas das regiões tomadas por cada nacionalidade. Desde 1995 as forças da Organização das Nações Unidas encontram-se no território para garantir o cumprimento dos acordos de paz.
Como referenciar: Bósnia-Herzegovina in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-16 03:18:07]. Disponível na Internet: