Cleópatra

Rainha do Egito, nasceu em 69 a. C. e morreu em 30 a. C., em Alexandria. Ficou famosa na História por se ter tornado amante de Júlio César e, mais tarde, esposa de Marco António.

Tornou-se rainha depois de o seu pai morrer, em 51 a. C., governando alternadamente com os irmãos Ptolomeu XIII (51 - 47 a. C.) e Ptolomeu XIV (47 - 44 a. C.) e com o filho Ptolomeu XV (44 - 30 a. C.).

Quando o general romano Júlio César chegou ao Egito, devolveu o trono a Cleópatra, que dele tinha sido expulsa. Entretanto, tornaram-se amantes e acabaram por ir para Roma juntos.

Depois de César ter sido assassinado em 44 a. C., Cleópatra regressou a Alexandria e retomou a sua posição como rainha. Em 41 a. C., uniu-se a Marco António, um dos governantes de Roma.

Em 31 a. C., Roma declarou guerra ao Egito e obteve uma vitória decisiva na Batalha de Actium, na costa da Grécia.

Cleópatra fugiu para o Egito e Marco António abandonou o seu posto e seguiu-a. Ambos acabaram por se suicidar.
Como referenciar: Cleópatra in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-02-27 21:37:23]. Disponível na Internet: