destilação

A destilação é uma operação unitária que se caracteriza pela evaporação e posterior condensação (passagem de novo ao estado líquido por arrefecimento) de um líquido. Tem como objetivo separar, por ação da energia calorífica, substâncias voláteis de outras que o não são, ou são menos voláteis, e visa a separação de uma mistura de líquidos com pontos de ebulição diferentes.
Para além da destilação simples, existem outros tipos de destilação muito usados quer industrialmente, quer laboratorialmente.
No entanto, qualquer destilação comporta, genericamente, três etapas fundamentais:
vaporização das substâncias voláteis (no balão de destilação), condensação dos vapores formados (no condensador) e arrefecimento do destilado (no condensador e no recipiente de recolha do destilado).
Assim, a destilação fracionada é um processo de separação de misturas de vários líquidos com base nos seus diferentes pontos de ebulição. A mistura é aquecida e sofre evaporação. O vapor ascende por uma coluna, em cuja cabeça se condensa de novo. Uma parte do condensado é extraída, enquanto o restante refluxa através da coluna e entra em contacto com os vapores ascendentes. Com este procedimento estabelece-se uma troca de produtos entre o vapor e o líquido descendente. O vapor ascendente enriquece-se nos componentes de baixo ponto de ebulição, enquanto no líquido acontece o mesmo com os de alto ponto de ebulição, sendo assim separados.
A destilação fracionada é muito utilizada na química tecnológica e nas refinarias de petróleo.
A destilação a vácuo ou pressão reduzida, utiliza-se nos casos em que a tensão de vapor tem valores muito elevados e, consequentemente, a temperatura de ebulição é muito elevada, podendo originar decomposições químicas indesejáveis.
Esta destilação permite que os produtos possam ser destilados em vazio e a baixa temperatura sem sofrerem decomposição e efetua-se mediante o auxílio de uma bomba de vazio ou trompa de água, o que permite o abaixamento dos pontos de ebulição.
A destilação por arrastamento de vapor é utilizada quando se pretende separar substâncias de baixa volatilidade e insolúveis na água. Esta faz-se por passagem direta de vapor de água através do líquido a destilar.
A destilação molecular é utilizada para produtos particularmente sensíveis e valiosos. Usa-se um aparelho especial em que o líquido a destilar é aquecido somente durante um curto espaço de tempo, condensando-se o vapor de novo, muito rapidamente.
Por fim, a destilação azeotrópica caracteriza-se pela adição de uma substância que é capaz de formar uma mistura azeotrópica com alguns componentes da mistura que se pretende separar. Desse modo, altera-se o ponto de ebulição desse componente, o que pode tornar mais fácil a sua separação.
Como referenciar: destilação in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-11-30 05:38:05]. Disponível na Internet: