Esther Cañadas

Manequim espanhola nascida a 1 de março de 1977, em Alicante. Esther nunca se mostrou muito inclinada a seguir a carreira de modelo já que o seu desejo era ser criminologista, mas a influência da mãe acabou por ser preponderante. Esther tinha apenas 14 anos quando, após vencer um concurso de beleza, o representante de uma agência de modelos reparou nela e lhe ofereceu um trabalho temporário como manequim. Apesar de todas as dúvidas, pôs de lado o sonho de ser detetive e passou a fazer parte do mundo da moda. Aos 16 anos, ganhou um concurso de manequins na África do Sul, o que deu um grande impulso à sua carreira e ainda em 1993, após uma breve passagem por Barcelona, mudou-se para Itália para um dos centros mundiais da moda: Milão. Três anos depois, deu o salto para os Estados Unidos da América e ao fim de dois dias já tinha sido contactada por cerca de vinte estilistas locais. Arranjou emprego em Nova Iorque na DKNY, por ordem da própria Donna Karan que ficou fascinada com o estilo único de Esther.
Durante 1997, para além dos anúncios da DKNY, trabalhou para marcas como Versace e Victoria's Secret e apareceu em capas de revistas como a Elle e a Vogue espanholas e a Marie Claire italiana.
Esther desfilou nas passerelles com criações de estilistas como Calvin Klein, Versace, Oscar de la Renta, Armani, Valentino e Givenchy. No meio das suas inúmeras viagens de trabalho, dedica-se a algumas ações de caridade e ao cinema. A sua estreia na Sétima Arte ocorreu em 1999, no filme de John McTiernan O Caso Thomas Crown, ao lado de Pierce Brosnan e Rene Russo, a que se seguiu em 2001 uma participação no filme espanhol Torrente 2: Misión em Marbella, de Santiago Segura.
Esther Cañadas passou por Matosinhos, no ano 2000, como estrela do Portugal Fashion.
Como referenciar: Porto Editora – Esther Cañadas na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-05 23:27:06]. Disponível em