Festival de Cinema de Berlim

O Festival Internacional de Cinema de Berlim (Berlinale) teve início a 6 de junho de 1951 e tornou-se no maior evento cultural da cidade e um dos mais importantes eventos da indústria cinematográfica mundial, possuindo a maior audiência entre todos os festivais de cinema. Tem como objetivo promover um circuito internacional de cinema, ocorrendo anualmente durante cerca de duas semanas.
São apresentados em cada ano cerca de 350 filmes de todos os géneros, sendo na sua maioria estreias europeias ou mundiais. Nos primeiros anos, o festival estava dividido em duas secções, a Competição e o Panorama; nos dias de hoje, cresceu para seis secções: Competição (grandes filmes internacionais), Panorama (filmes independentes), Kinderfilmfest (filmes para o público jovem), Perspektive Deutsches Kino (as novas produções alemãs), International Forum of New Cinema (filmes de países distantes e filmes experimentais) e Retrospetiva (dedicado a um realizador conceituado ou a um tema da história do cinema).
A secção Retrospetiva já homenageou personalidades como Billy Wilder (1980), Ernst Lubitsch (1984), William Wyler (1996), Otto Preminger (1999) e Fritz Lang (2001); e temas como os Efeitos Especiais (1985), Europa 1939 (1989), CinemaScope (1993), Europa dos anos 60 (2002), Nova Hollywood (2004), etc.
Todos os anos é realizada uma homenagem a um grande ator ou atriz de cinema. Ao longo dos anos, já foram homenageadas figuras como James Stewart (1982), Fred Zinnemann (1986), Jane Russell (1991), Gregory Peck (1993), Sophia Loren (1994), Alain Delon (1995), Elia Kazan (1996), Jack Lemmon (1996), Kim Novak (1997), Catherine Deneuve (1998), Shirley MacLaine (1999), Jeanne Moreau (2000), Kirk Douglas (2001) e Claudia Cardinale (2002), entre outros.
Desde 2003, funciona uma nova iniciativa intitulada Berlinale Talent Campus, que consiste em convidar 500 jovens ligados ao cinema de todo o mundo para conhecer profissionais conceituados em workshops e painéis de discussão. Existe também durante o festival um mercado europeu de cinema reservado a profissionais, considerado um dos mais importantes eventos de negócios da indústria, para ver, promover, comprar e vender filmes.
Os prémios oficiais são entregues no festival por um júri oficial internacional. Os membros do júri e o respetivo presidente são escolhidos e convidados anualmente pelo diretor do festival, sendo composto por sete individualidades chamadas para examinar os filmes da secção Competição e decidir quais os vencedores. Os prémios que entregam são os mais importantes do festival: o Urso de Ouro (prémio máximo) e o Urso de Prata, o prémio Blue Angel para o Melhor Filme Europeu e o prémio Alfred Bauer para o Melhor Primeiro Filme da Competição. A secção Kinderfilmfest tem um júri constituído por crianças e jovens que entregam os Ursos de Cristal. Desde 1999 que o público tem também o seu prémio, escolhendo o melhor dos filmes presentes na secção Panorama.
Já venceram o prémio máximo do festival obras tão diversas como Smultronstallet (Morangos Silvestres, 1957), de Ingmar Bergman; Rain Man (Encontro de Irmãos, 1988), de Barry Levinson; ou The Thin Red Line (A Barreira Invisível, 1998), de Terrence Malick.
Como referenciar: Festival de Cinema de Berlim in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-01-19 06:32:46]. Disponível na Internet: