Fiji

Geografia
As ilhas Fiji encontram-se estrategicamente situadas na encruzilhada das rotas do Pacífico Ocidental. De origem vulcânica e coralígena, são constituídas por quatro ilhas principais (Viti Levu, Vanua Levu, Taveuni e Kadavu). Existem no grupo 320 ilhas e atóis, além de 480 ilhéus, mas só 150 ilhas são habitadas. Os vulcões extintos produzem relevos maravilhosos, situando-se o mais alto, o Tomaniivi (monte Vitória), de 1324 m, em Viti Levu, onde também fica Suva, a capital. Recifes de coral orlam a maioria das ilhas que se revestem de floresta tropical húmida nas encostas e de pradarias. A paisagem já foi densamente arborizada, mas muitas árvores foram abatidas ou queimadas para dar lugar a pastagens, expondo o solo à erosão. Mais de 60% do solo é coberto por florestas. O arquipélago tem uma área de 18 270 km2. As cidades mais importantes do arquipélago são Suva, com 178 600 habitantes (2004), Lautoka (46 000 hab.), Nadi (32 800 hab.), Labasa (25 600 hab.) e Nausori (23 000 hab.).

Clima O clima é tropical, com forte humidade e fracas oscilações térmicas ao longo de todo o ano.

Economia
O turismo tornou-se uma indústria. o sol tropical, temperado pelas brisas do mar e os cordões de coral constituem riquezas naturais que atraem os visitantes. As indústrias tradicionais centram-se em torno do cultivo da cana-de-açúcar que é o principal produto de exportação. As Fiji têm uma economia moderna e das mais desenvolvidas do Pacífico Sul. Os seus principais parceiros comerciais são a Austrália, o Reino Unido, a Nova Zelândia e os Estados Unidos da América.
Indicador ambiental: o valor das emissões de dióxido de carbono, per capita (toneladas métricas,1999), é de 0,9.

População
As ilhas Fiji tinham, em 2006, 905 949 habitantes(est. 2006), o que corresponde a uma densidade populacional de 48,9 hab./km2. As taxas de natalidade e de mortalidade são, respetivamente, de 22,5 %o e 5,65 %o. A esperança média de vida é de 69,82 anos. O valor do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,754 e o valor do Índice de Desenvolvimento ajustado ao Género (IDG) é de 0,743 (2001). Estima-se que, em 2025, a população seja de 1 153 000 habitantes. Três das principais ilhas (Viti, Levu e Vanua Levu) agrupam 90% da população. Os principais grupos étnicos são os fijianos (51%) e os indianos (44%) e outros (5%). As religiões dominantes são a cristã (53%) e a hindu (44%). A língua oficial é o inglês embora o fijiano também seja falado.

História
O explorador holandês Abel Tasman foi, em 1643, o primeiro visitante europeu, o capitão Cook chegou em 1774, mas a exploração das ilhas só começou em 1792. Baleeiros e mercadores em busca de madeira de sândalo e pepinos-do-mar chegaram depois. Venderam-se espingardas a este povo instável e agressivo exacerbando os conflitos interinsulares que em 1874 levaram a Grã-Bretanha a intervir, não só por insistência dos colonos europeus mas também para afastar os interesses franceses e americanos nas ilhas. Os britânicos aceitaram depor o principal chefe guerreiro, o rei Cakobau, que precisava de dinheiro para a guerra, tornando-se as Fiji uma colónia inglesa de 1874 a 1970. Eram consideradas as meninas dos olhos do Império Colonial Inglês no Pacífico Sul. A capital, Suva, era o centro administrativo e político da Oceânia, de influência britânica. As ilhas passaram a ser um membro independente da Commonwealth em 1970, com Isabel II como chefe de Estado, e uma nação cosmopolita.
Os nativos das Fiji, principalmente melanésios e polinésios, foram ultrapassados em número pelos descendentes dos trabalhadores das plantações de cana-de-açúcar trazidos da Índia, o que viria a criar tensões raciais que foram controladas pela Grã-Bretanha. O estatuto eleitoral não permitia o domínio de qualquer etnia, embora desse aos nativos um estatuto especial.
Em 1987, os melanésios temiam que o Governo, de maioria indiana, viesse a alterar o seu estatuto de Taukei, que significa na sua linguagem "donos"; isso levou o coronel Rabuka a chefiar um golpe de Estado, que depôs o primeiro-ministro e o governador-geral. A 6 de outubro de 1987 o coronel Rabuka proclamou as Fiji uma república e em 1990 entrou em vigor uma nova Constituição. Em 1992 as eleições devolveram o poder aos civis.
Como referenciar: Fiji in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-23 14:53:53]. Disponível na Internet: