Football Club Ajax

O clube de futebol holandês Football Club Ajax foi fundado a 18 de março de 1900, em Amesterdão, por um grupo de amigos que foi buscar a inspiração para o nome a um herói grego. Essa figura aparece estampada no equipamento do clube, constituído por camisola branca, com uma larga lista vermelha vertical, e calções brancos.
Até 1908 o Ajax não passava de um grupo de amigos com gosto por futebol, mas nesse ano a junção com o Holland, da III Divisão, deu outras estruturas ao clube. Três anos depois, o Ajax já estava a jogar na I Divisão holandesa. No entanto, em 1915 desceu à II Divisão, para dois anos mais tarde regressar de vez ao escalão principal. E logo nessa temporada (1917/1918) ganhou o campeonato holandês, feito que repetiu no ano seguinte.
O clube passou então por um interregno de títulos, até que na década de 30 ganhou cinco campeonatos. Para além disso, o Ajax tinha já uma característica que se viria a manter ao longo do seu historial. Tratava-se de um clube formador de jogadores, já que descobria muitos jovens talentos e preparava-os para se tornarem grandes futebolistas.
Até meados da década de 60, o Ajax só esporadicamente conquistou títulos. Mas, em 1965 deu-se a viragem que viria a tornar o clube num dos maiores do mundo. Nesse ano, com apenas 17 anos, estreou-se na equipa principal Johan Cruyff, que viria a ser um dos melhores jogadores de futebol de todos os tempos. Ainda em 1965, e pela primeira vez na história do clube, foi contratado um treinador holandês, cabendo a honra a Rinus Michel, antigo jogador do Ajax. Até 1970, o Ajax ganhou quatro dos cinco campeonatos em disputa na Holanda e lançou as bases para uma equipa de nível europeu. Em 1971 o clube de Amesterdão ganhou a primeira de três taças dos Clubes Campeões Europeus consecutivas. Para além de Cruyff, havia também jogadores como Krol, Haan e Neeskens. O Ajax adotou uma tática inovadora, na qual os jogadores não tinham posições fixas e apostavam na circulação da bola.
Em 1973 Cruyff trocou o Ajax pelo Barcelona, onde já estava desde o ano anterior o treinador Rinus Michel, e o clube holandês entrou numa fase de menor poder, embora a nível nacional continuasse a somar títulos. Cruyff regressou em 1981 como jogador e quatro anos depois tornou-se treinador da equipa. Voltou a pôr o Ajax a jogar futebol ofensivo e contribuiu para o aparecimento de estrelas como Van Basten, Rijkaard e Ronald Koeman. Em 1987 conquistou a Taça das Taças.
Em 1991 Louis Van Gaal assumiu o comando técnico da equipa e logo em 1992 triunfou na Taça UEFA com Bergkamp como estrela principal. O Ajax voltou a ser campeão europeu de clubes em 1995. Na final, disputada em Viena, na Áustria, o Ajax ganhou ao AC Milão, de Itália, por 1-0. O golo foi obtido por uma das novas estrelas da equipa, Kluivert, que jogou acompanhado de Seedorf, Davids, Finidi, os gémeos De Boer, Litmanen e Rijkaard. Nessa mesma temporada, o Ajax ganhou o campeonato e a Supertaça da Holanda, a Supertaça Europeia e a Taça Intercontinental, sob a orientação de Louis Van Gaal, o treinador que mais títulos conquistou para o clube.
Prosseguindo a sua política de formação, o Ajax vendeu vários dos seus jogadores e voltou a formar equipas com jovens talentos, entre os quais esteve o português Dani. Entretanto, em 1997 inaugurou o Arena de Amesterdão, um moderno complexo que se tornou no primeiro da nova geração de estádios de futebol a nível mundial.
Contudo, desde esse ano apenas por duas vezes o Ajax venceu o campeonato holandês, em 1997/98 e em 2001/02.
Como referenciar: Porto Editora – Football Club Ajax na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-06-14 04:29:16]. Disponível em