Gaibéus

Romance de Alves Redol, publicado em 1939, é considerado como a obra que marca a introdução do neorrealismo em Portugal.
Com uma forte conotação ideológica e social, Alves Redol procura neste livro denunciar as desigualdades socio-económicas e a exploração do homem pelo homem. Em Gaibéus, narra-se a vida dos jornaleiros da Beira Baixa e do Alto Ribatejo que vão trabalhar nas lezírias por altura das mondas e ceifas. Investindo numa personagem coletiva, relata-se os problemas vividos por aquela classe proletária, oprimida e economicamente desfavorecida, abordando-se, sobretudo, a exploração laboral, as más condições de trabalho, a fome, as doenças e as diferenças entre trabalhador e proprietário. Conta-se também como aquela classe social tenta melhorar a sua vida, partindo para o Brasil e para África, mas só alguns regressam abastados.
Com uma estrutura simples, a obra apresenta um forte discurso pictórico nas descrições das paisagens ribatejanas e no comportamento das personagens.
Como referenciar: Gaibéus in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-15 05:39:18]. Disponível na Internet: