George Michael

Cantor pop-soul inglês, de nome verdadeiro Georgios Kyriacos Panayiotou, nasceu em 25 de junho de 1963, em Londres.
Ainda na adolescência conheceu Andrew Ridgeley, com quem formou, em 1981, os Wham!, um dos maiores fenómenos pop da década. Temas como "Wake Me Up Before You Go-Go", "Last Christmas", "Freedom" ou "I'm Your Man" criaram uma onde de histeria adolescente por todo o mundo. Paralelamente aos Wham!, George Michael gravou dois singles a solo, as baladas "Careless Whisper" e "A Different Corner". Após a separação do duo em 1986, enveredou por uma carreira a solo, revelando um talento ímpar na interpretação e composição.
Precedido do dueto com Aretha Franklin em "I Knew You Were Waiting", tema que obteve um prémio Grammy, surgiu o álbum de estreia, Faith (1987), totalmente composto e produzido pelo cantor. Este trabalho incluiu os êxitos "Father Figure", "One More Try", "I Want Your Sex", para além do tema-título, e obteve o galardão de Álbum do Ano na cerimónia de entrega dos Grammy. O álbum vendeu mais de sete milhões de cópias, apesar de George Michael não ter conseguido convencer os críticos. Surpreendentemente o cantor anunciou a recusa em aparecer em clips ou fazer qualquer tipo de promoção na imprensa para o seu segundo álbum, Listen Without Prejudice: Vol.1 (1990), que incluiu êxitos como "Praying For Time", "Freedom" ou "Heal The Pain". O videoclip de "Freedom" foi protagonizado pelas modelos profissionais Cindy Crawford, Naomi Campbell, Christy Turlington e Linda Evangelista. Apesar de ter vendido um milhão de cópias, o disco foi considerado um fracasso, contribuindo para o não lançamento do N.º2, que estaria previsto. Em 1991 surgiu o dueto ao vivo com Elton John, em "Don't Let The Sun Go Down On Me", cujos lucros reverteram para a investigação da SIDA e uma organização de apoio às crianças. No ano seguinte participou na coletânea Red Hot + Dance com três temas inéditos, dos quais se destacou "Too Funky".
Em 1993, editou o EP Five Live, registo da sua participação no concerto-tributo a Freddy Mercury.
A carreira de George Michael nos anos 90 sofreu um hiato importante devido à batalha jurídica que opôs o cantor à sua editora discográfica. Só em 1996, com a edição de Older, George Michael voltou às gravações de originais, ainda que sem o sucesso anterior. Fizeram parte de Older, temas como "Jesus To A Child", "Fastlove" ou "The Strangest Thing".
Em 1998, o seu nome regressou às primeiras páginas dos jornais, mas não por motivos artísticos: em abril foi detido numa casa de banho pública de Beverly Hills, acusado de comportamento obsceno, pelo qual foi condenado ao pagamento de uma multa, bem como à realização de serviço comunitário. O agente que deteve o cantor não viu atendida a sua pretensão de receber 20 milhões de dólares de indemnização por alegada difamação e danos psicológicos provocados pelo videoclip do tema "Outside", que parodiava a sua detenção.
No ano de 1999, o cantor lançou Songs From The Last Century, uma coletânea de versões de grandes canções como "Roxanne" (Police) ou "Miss Sarajevo" (U2 e Luciano Pavarotti).
O cantor só regressaria às edições de estúdio em 2002, com o single "Freek!", abraçando uma sonoridade mais eletrónica e virada para as pistas de dança. Dois anos mais tarde, o álbum Patience confirmaria essa tendência e o primeiro single, "Amazing", tornou-se um êxito imediato nas pistas, afirmando George Michael como um ícone da música de dança. Em novembro de 2006 anunciou o lançamento de um duplo álbum, Twenty Five. A primeira parte, "For Living", apresenta, entre outras, músicas dos tempos dos Wham! e a segunda, "For Loving", reúne os temas mais românticos interpretados pelo cantor ao longo da sua carreira.
Como referenciar: George Michael in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-24 10:43:03]. Disponível na Internet: