Hu Jintao

Político e governante chinês, nasceu em dezembro de 1942 em Jixi, na província de Anhui, na China.
Juntou-se ao Partido Comunista Chinês (PCC) em 1965, depois de se ter formado em engenharia hidroelétrica na Universidade de Qinghua, em Pequim.
Mal terminou os estudos foi trabalhar para o Ministério da Conservação da Água e da Energia. Aqui trabalhou, nomeadamente, em questões relacionadas com a gigantesca barragem dos Três Gorges. Hu Jintao esteve colocado em algumas das regiões mais pobres e remotas da China, tendo liderado a partir de 1968 a Juventude Comunista em Gansu, ao mesmo tempo que trabalhava na construção de uma barragem na zona, e presidido à secção do PCC no Tibete e em Guizhou. Paralelamente foi sempre trabalhando em projetos hidroelétricos.
Em 1977 e 1978, com a chegada de Deng Xiaoping ao poder, Hu Jintao começou a subir na hierarquia do poder, o que o levou a abandonar as atividades em engenharia.
Em 1982 foi eleito membro suplente do XII Comité Central do PCC, sendo assim, aos 39 anos, o mais jovem daquele que é o órgão mais importante do partido entre a realização de cada congresso.
No início de 1983 chegou ao Secretariado do Comité Central da Juventude Comunista e, dois anos depois, passou a membro efetivo do Comité Central do PCC.
Quando esteve no Tibete, em 1989, impôs a lei marcial para responder aos protestos dos separatistas. Houve confrontos que provocaram dezenas de mortos.
Em 1992 passou a fazer parte do Politburo, grupo dos sete principais dirigentes comunistas da China, por iniciativa de Deng Xiaoping. Na altura, ficou responsável pela supervisão do treino ideológico dos oficiais de topo.
No ano seguinte, assumiu a direção da Escola Central do PCC, tida por fazer propaganda por Deng Xiaoping.
Depois de alguns anos em que esteve bastante discreto, em março de 1998 ascendeu à vice-presidência da China.
Em 1999 apareceu pela primeira vez na televisão para convocar manifestações anti-americanas depois da embaixada chinesa em Belgrado, na Sérvia, ter sido bombardeada por engano pelas forças militares dos Estados Unidos da América (EUA).
Em outubro e novembro de 2001 fez as suas primeiras visitas oficiais à Europa em abril de 2002 aos EUA, onde reuniu com o presidente George W. Bush.
No 16.º Congresso do PCC, realizado em novembro de 2002, ficou decidida a substituição do secretário-geral Jiang Zemin por Hu Jintao.
Em março de 2003, Hu Jintao ascendeu à presidência da China, sucedendo também aqui a Jiang Zemin.
Como referenciar: Hu Jintao in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 01:46:16]. Disponível na Internet: