Hugo von Hofmannsthal

Poeta e dramaturgo austríaco, nascido em 1874 e falecido em 1929, passou a juventude em Viena onde contactou com os círculos literários aí existentes. Na sua obra fundem-se o sonho oriental, o pensamento ocidental e as formas mediterrânicas.
Após uma crise espiritual, voltou-se para os clássicos gregos e romanos e, sob a influência de Nietzsche e Freud, tentou recuperar, a partir do esteticismo, os valores espirituais europeus. Posteriormente, inspirou-se no drama barroco e converteu-se no representante lírico do simbolismo vienense.
De entre a sua obra literária, destacam-se: os dramas poéticos Der Tod des Tizian e Der Tor und der Tod; adaptações de tragédias gregas como Elektra; ensaios literários; o romance inacabado, Andreas e Der Turm, drama que dá voz às suas preocupações acerca da desintegração da civilização europeia após a Primeira Guerra Mundial. Juntamente com Max Reinhardt, fundou os festivais de Salzburgo e escreveu para R. Strauss os libretos de várias óperas, nomeadamente: Rosenkavalier e Ariadna auf Naxos.
Como referenciar: Hugo von Hofmannsthal in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-22 06:19:54]. Disponível na Internet: