Ibn Battuta

Célebre viajante e geógrafo árabe do século XIV, nasceu em 1304 em Tânger, Marrocos, e faleceu em 1377, em Fez. Partiu da sua cidade natal em 1325 para a sua primeira viagem, cuja rota englobava o Egito, Meca e o Iraque. Mais tarde, correu o Iémen, a África Oriental, as margens do rio Nilo, a Ásia Menor, a costa do mar Negro, a Criméia, a Rússia, o Afeganistão, a Índia - onde visitou Calcute, por exemplo -, as ilhas de Sunda (Indonésia) e a região de Cantão, na China, vizinha de Macau. Nos últimos anos de vida, esteve em Granada, Espanha, quando esta era ainda a capital do Reino Nazarí (dinastia muçulmana ibérica). Realizou depois a travessia do deserto Sara pelo famoso e mítico trilho caravaneiro de Tombuktu. Por fim, acabou por se fixar no seu país de origem, Marrocos, onde acabaria por falecer em 1377, na importante cidade de Fez. Como testemunho das suas viagens deixou ficar a obra ditada e escrita pelo seu secretário, que se intitula Tuhfat annozzâr fi ajaib alamsâr, a qual relata as várias epopeias e jornadas aventurosas da sua vida de viajante explorador.
Como referenciar: Ibn Battuta in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 00:51:33]. Disponível na Internet: