Ídasse

Artista plástico moçambicano, Ídasse Ekson Malendza Tembe nasceu em Infulene, província de Maputo (Moçambique), a 1 de julho de 1955.
Na escola secundária Manuel Sena, os professores de desenho despertaram-no para a arte da pintura. Em 1979, fez um curso de animador cultural no Centro de Estudos Culturais, com o grande pintor Malangatana e Domingos Manhiça e frequentou a galeria de Inácio Matsinhe que lhe ensinou rudimentos de arte. Concluiu o curso de Comunicação Gráfica sob a orientação de António Quadros. Trabalhou no Instituto Nacional de Cinema, onde criou o Departamento de Arte, fez vários desenhos para capas de livros, para revistas e jornais literários e integrou o movimento artístico da "Charrua". Em 1982, tornou-se unicamente artista plástico, trabalhando a pintura, a cerâmica e o desenho.
Ídasse fez várias exposições coletivas e individuais, em Moçambique, Portugal, Angola, França, Bélgica, Zimbabwe, entre outros países, e está representado no Museu Nacional de Arte de Moçambique, assim como em coleções particulares estrangeiras e nacionais. Em 1991 recebeu o 1.º Prémio de Desenho Anual do MNA e o 2.º Prémio de Desenho da Bienal das TDM, em 1997 recebeu o 1.º Prémio de Desenho Anual Musart-TDM 97 e, em 1998 o 1.º Prémio de Desenho Musart 98.
Como referenciar: Ídasse in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-25 13:07:34]. Disponível na Internet: