Artigos de apoio

Igreja Matriz de Tábua
A Igreja Matriz de Tábua foi mandada erguer pelo Bispo-Conde D. Manuel de Bastos Pina em 1877. Esta vem substituir a anterior que se encontrava destruída e veio a ser construída noutro local.
A Matriz de Tábua é uma obra de grandes dimensões marcada na fachada por duas grandes torres. Arquitetonicamente, é um edifício sem menções artísticas de relevo, residindo o seu interesse no interior do templo.
Os retábulos-mor e os colaterais, de grandes dimensões, são recentes. Salientam-se os dois altares laterais dos séculos XVII-XVIII com painéis esculpidos que, no entanto, denotam já uma reconstrução.
À esquerda da entrada encontra-se o batistério com uma interessante pia octogonal facetada.
É para a imaginária escultórica que vai o destaque desta igreja, fundamentalmente para duas imagens: uma Virgem com o Menino, a padroeira Santa Maria Maior, e para um Santo André que se encontra na sacristia. A escultura em calcário da Virgem, de grandes dimensões, tem cerca de um metro e meio de altura e ocupa o retábulo colateral esquerdo. É uma obra de grande qualidade da primeira metade do século XV. Nossa Senhora apresenta o Menino no braço esquerdo com um pássaro na mão e um manto de fino pregueado. Santo André é uma imagem, também de calcário, mas dos finais de quatrocentos.
Merecedor de atenção nas alfaias litúrgicas é uma custódia de prata dourada da segunda metade do século XVI, com base quadrilobada, haste em forma de urna e viril circular com hosteário ladeado por colunas. A peça é decorada com motivos da época - cadeia de ovados, costelas, composição de motivos em "C" e motivos florais.
Destaca-se também um cálice de prata, igualmente quinhentista, com haste em balaústre decorado por querubins, entre outros motivos.
Esta igreja possui ainda um castiçal em estanho do século XVIII onde, no reverso da base, pode ler-se a seguinte inscrição: "António Sa o fez em Coimbra".
Como referenciar: Igreja Matriz de Tábua in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-11-23 03:39:37]. Disponível na Internet: