Imperatriz Isabel da Áustria

A imperatriz Isabel da Áustria, Isabel da Baviera, nascida a 24 de dezembro de 1837, em Munique, foi imperatriz da Áustria e rainha da Hungria. Ficou mundialmente conhecida pelo nome que recebeu nos primeiros anos de vida, Sissi.
Filha do duque da Baviera, Maximiliano e de Ludovica, irmã da arquiduquesa Sofia (mãe de Francisco José), a jovem imperatriz casou com Francisco José I em abril de 1854. Sissi tinha então16 anos e era considerada uma das mais belas princesas do mundo. Do casamento nasceram quatro filhos: Sofia, Gisela, Maria Valéria e o príncipe herdeiro, Rudolfo, que se suicidou em 1889 causando a Sissi um desgosto de que a imperatriz nunca recuperou. Em 1867, juntamente com o marido, foi coroada rainha da Hungria na sequência da assinatura do compromisso austro-húngaro. A sua dificuldade de adaptação às regras da corte de Viena e a preferência da imperatriz pela Hungria afrontaram a Áustria e isolaram cada vez mais Isabel da vida familiar e dos compromissos oficiais, que procurou abandonar desde o seu casamento, por detestar o protocolo e as obrigações impostas pelo título do marido.
Alguns problemas de saúde, agravados pela incapacidade de educar os filhos numa atmosfera de informalidade, que Sissi adorava, contribuíram igualmente para o afastamento em relação aos seus súbditos. Em setembro de 1898, em Genebra, foi assassinada por um anarquista italiano, Luigi Lucheni.
Na década de 50 do século XX os filmes de Ernst Marischka protagonizados por Romy Schneider contribuiram decisivamente para espalhar o mito de Sissi.
Como referenciar: Imperatriz Isabel da Áustria in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-05 11:58:25]. Disponível na Internet: