Artigos de apoio

Internet
Internet é o nome pelo qual é hoje vulgarmente conhecida aquela que se pode designar por rede mundial de computadores. Na verdade, "Internet" significa "entre redes" e designa o protocolo de comunicação (conhecido como TCP/IP, que significa Transmission Control Protocol/Internet Protocol) desenvolvido no âmbito do ARPA (Advanced Research Project Agency, um instituto governamental norte-americano) para ligação entre redes de comunicações de diferentes características.

Este protocolo (na realidade, um conjunto de protocolos) define um conjunto de regras que permitem que um dado computador de uma dada rede consiga comunicar com qualquer computador de outra rede. Assim, a Internet é uma rede virtual composta por um enorme conjunto de redes de computadores, públicas e privadas, espalhadas por todo o mundo, que, mesmo tendo características diferentes, estão interligadas e podem ser vistas como uma única rede gigante.

Na Internet qualquer computador tem associado um número que o distingue de qualquer outro computador da rede: é o endereço IP. Os endereços atuais são constituídos por 32 bits, o que permite 232 (= 4 294 967 296) valores diferentes, mas estão já a ser definidas normas internacionais com o objetivo de aumentar o tamanho desses endereços.

Um endereço Internet aparece usualmente dividido em partes separadas por pontos (apenas para efeitos de notação). Por exemplo, o endereço da Porto Editora é http://www.portoeditora.pt.

A precursora da Internet foi a Arpanet, que resultou de uma decisão do governo dos EUA, em finais dos anos 60, de criar uma rede que interligasse vários computadores espalhados pelo país. A Internet, termo que substituiu Arpanet nos inícios dos anos 80, mais concretamente em 1982, começou por ser usada principalmente por instituições militares e académicas mas, a partir do início dos anos 90, foi-se vulgarizando entre o cidadão comum, sendo hoje vista como instrumento de trabalho e de negócios por muitos, graças à quantidade de informação (a maior parte gratuita) e ao número de utilizadores que alcança.

O serviço mais usado atualmente na Internet designa-se por World Wide Web (em abreviatura WWW, Web ou W3), que é composto por um conjunto de componentes que permitem aceder, procurar e disponibilizar, de forma quase intuitiva, informação na Internet. browser é um programa de computador que fornece uma interface gráfica capaz de mostrar texto, imagens (paradas ou em movimento), gráficos, etc. Certas partes do texto ou de imagens estão "marcadas", tendo ligações para outras fontes de informação. Essas ligações são designadas por hyperlinks. Ao ser ativado um hyperlink, é invocado o local onde a informação que lhe está associada se encontra e, logo que esta chegue através da rede, é manipulada pelo browser.

A Web foi concebida no CERN (Conseil Européen pour la Recherche Nucléaire, um laboratório europeu de investigação nuclear), como resultado de um projeto de desenvolvimento de um "sistema de informação hipermédia distribuído" elaborado por Tim Berners-Lee.

As principais aplicações da Internet são as seguintes:

- correio eletrónico (e-mail): permite o envio de mensagens escritas para utilizadores da rede. Pode ser comparado ao serviço normal de correio, mas em que a mensagem pode chegar ao destino num espaço de tempo muito curto (normalmente da ordem dos segundos).

- fóruns e newsgroups: são grupos de discussão, isto é, sítios organizados por temas para onde qualquer utilizador da rede pode enviar mensagens, partilhando-as, assim, com outros utilizadores que tenham os mesmos interesses;

- acesso remoto (telnet, rlogin) possibilidade de trabalhar num computador que esteja ligado à rede a partir de um terminal num outro ponto da rede;

- captura de informação (ftp, gopher, www): procura e obtenção de informação que se encontra espalhada na rede;

Como referenciar: Internet in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-09-25 18:15:26]. Disponível na Internet: