Johann Pachelbel

Compositor barroco alemão, nasceu a 1 de setembro de 1653, em Nuremberga, e morreu a 3 de março de 1706. Começou os seus estudos sob a tutela de Schwemmer, e, mais tarde, nas universidades de Altdorf e Ratisbon. Em 1671, mudou-se para Viena onde se tornou estudante e organista na Capela Imperial (Catedral St. Stephen). No ano de 1677, foi organista em Eisenach, cidade, que oito anos mais tarde, veria Bach a nascer. No ano seguinte mudou-se para Erfurt, para ser organista em Predigerkirche, onde o seu filho Hieronymus nasceu. Aqui ficou durante 12 anos. Nesta cidade, foi ainda professor de Johann Christoph Bach, irmão mais velho de Sebastian Bach.
Em 1690, tornou-se organista em Estugarda e, dois anos mais tarde, assumiu o seu último cargo de organista em Nuremberga (St. Sebald). Pachelbel compôs vários trabalhos livres (toccatas, fugas, fantasias, entre outros) e arranjos corais. O seu desenvolvimento do "cantus firmus" coral, que consiste numa melodia coral de notas longas, uma frase de cada vez e precedida de uma imitação nas vozes que acompanham, foi talvez a sua maior contribuição. Este modelo composicional influenciou muitos outros compositores, tornando-se até num padrão dentro do género.
O seu filho Carl Theodorus Pachelbel (24/11/1690 - 14/09/1750) emigrou para as colónias Americanas, em 1730, e tornou-se num músico proeminente em Nova Iorque e Charleston.
De entre as obras de Johann Pachelbel, destacam-se Cannon in D e Hexachordium Apollonis.
Como referenciar: Johann Pachelbel in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-22 01:44:44]. Disponível na Internet: