Josef Hoffmann

Arquiteto austríaco nascido em 1870, em Pirnitz, atual República Checa, e falecido em 1956, em Viena.
Estudou na Academia de Belas artes de Viena e foi discípulo de Otto Wagner, o principal mentor da arquitetura Arte Nova na Áustria. Foi um dos fundadores do movimento "secessão vienense", um grupo de artistas e arquitetos revolucionários que, apesar de influênciados pelo movimento da Arte Nova, tinha uma posição mais modernista que Josef Hoffmann. Entre 1899 e 1936 foi professor na Escola de Artes aplicadas de Viena e em 1903 funda um conjunto de oficinas para a produção de artesanato que se tornaram mundialmente famosos.
Hoffmann ficou conhecido com quatro moradias que concebeu em 1901 de volumes cúbicos e de contraste branco e negro, mas a sua obra prima foi o palácio Stoclet em Bruxelas (1905-1911) - residência de um importante banqueiro da época, que apesar de conter elementos decorativos típicos do estilo da "secessão vienense", aponta já caminho para as vanguardas modernistas das gerações vindouras.
Após a Primeira Guerra Mundial, Hoffmann foi nomeado arquiteto municipal de Viena e dedicou-se à conceção de habitações de baixo custo para operários.
Como referenciar: Josef Hoffmann in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-21 03:43:17]. Disponível na Internet: