Josef Von Sternberg

Realizador austríaco, naturalizado norte-americano, de seu verdadeiro nome Jonas Sternberg, nasceu a 29 de maio de 1894, na cidade austríaca de Viena. Ainda menino, emigrou para os Estados Unidos da América, instalando-se na cidade de Nova Iorque. Finda a Primeira Guerra Mundial, onde lutara ao lado do exército americano, foi trabalhar como aprendiz cinematográfico, limpando e reparando fitas danificadas. Estreou-se como realizador com The Salvation Hunters (1925), mas só conheceu a fama a partir de Underworld (Vidas Tenebrosas, 1927), um dos primeiros filmes de gangsters da História do cinema, pelo qual foi premiado com o primeiro Óscar para Melhor Argumento. Em seguida, realizou The Last Command (A Última Ordem, 1928), um magnífico filme mudo sobre um general russo que foge do seu país natal e se refugia em Hollywood, onde trabalha como figurante num filme sobre a Revolução Soviética, papel que valeu a Emil Jannings o primeiro Óscar da História para premiar o Melhor Ator. Jannings convenceu Von Sternberg a regressar com ele à Alemanha, onde lhe apresentou a atriz Marlene Dietrich. Juntos conceberam Der Blaue Engel (O Anjo Azul, 1930), a obra-prima do realizador, uma história sobre um professor de meia idade que se apaixona por Lola, uma cantora de cabaret que o leva à degradação física e moral. O filme tornou-se um sucesso à escala mundial, obrigando a que o realizador montasse duas versões (em alemão e em inglês) e fazendo de Dietrich uma estrela. Sternberg e a atriz iniciaram assim uma relação, tanto a nível afetivo como profissional, já que participaram em mais seis filmes juntos: Morocco (Marrocos, 1930), com Gary Cooper, Dishonored (Fatalidade, 1931), Shangai Express (O Expresso de Shangai, 1932), Blonde Venus (Vénus Platinada, 1932), The Scarlet Empress (A Imperatriz Vermelha, 1934) e The Devil is a Woman (O Diabo é uma Mulher, 1935). Com The Saga of Anatahan (Anatahan, 1953), uma história de pescadores japoneses que naufragam e vão parar a uma ilha onde dão largas aos seus instintos animais, Sternberg conheceu o fracasso comercial e o alheamento do público. O seu último filme foi Jet Pilot (1957), com John Wayne. Morreu a 22 de dezembro de 1969, vitimado por um ataque cardíaco.
Como referenciar: Josef Von Sternberg in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 11:09:49]. Disponível na Internet: