Luís Esparteiro

Ator de televisão, cinema e teatro, Luís Esparteiro nasceu a 8 de abril de 1959, tendo estudado no Colégio Militar de Lisboa a partir dos 10 anos. No início da década de 80, estreou-se na televisão com breves participações nos programas de variedades de Nicolau Breyner Eu Show Nico (1981) e Euronico (1988), que passaram na Radiotelevisão Portuguesa. Em 1982 teve o seu primeiro papel a sério como ator ao integrar o elenco da primeira telenovela de produção nacional, Vila Faia. Esse papel valeu-lhe o reconhecimento do público e a contratação para participar em novos programas de ficção, como Gente Fina é Outra Coisa (1983), uma série cómica, ou Palavras Cruzadas (1985), outra telenovela, ambas da RTP. Esparteiro foi participando regularmente em séries televisivas e em telenovelas, como aconteceu com Cinzas (1993) e Roseira Brava (1996). A estreia no teatro ocorreu na companhia de Henrique Santana, tendo participado nas comédias O Meu Rapaz é Rapariga (1983), Um Fantasma Chamado Isabel (1986) e Boeing-Boeing (1988). Já mais tarde, regressou aos palcos para interpretar papéis em peças como Piaf (1996), no Casino do Estoril, e Quem Muda a Fralda à Menina (1997), no Teatro Villaret, em Lisboa. A nível de cinema teve algumas pequenas participações em filmes estrangeiros e nas obras portuguesas Camarate (2001), de Luís Filipe Rocha, e Os Mutantes (2001), da realizadora Teresa Villaverde, entre outras. Em 1999 Luís Esparteiro encetou o seu regresso ao sucesso na televisão surgindo na série A Raia dos Medos e na telenovela Todo o Tempo do Mundo. Seguiu-se em 2001 o grande êxito que foi a série humorística Super Pai. Esta série devolveu a Luís Esparteiro o estatuto de uma das caras mais conhecidas da televisão portuguesa. Já em 2003 participou em mais uma telenovela de sucesso, Morangos com Açúcar, ainda na TVI. Paralelamente, Esparteiro continuou a desenvolver a sua carreira no teatro, nomeadamente com as peças Menino ao Colo e 3 É uma Multidão que em 2003 levou em digressão por Portugal.
Como referenciar: Luís Esparteiro in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 11:03:56]. Disponível na Internet: