luminotecnia

A luminotecnia consiste num conjunto de técnicas que permitem definir, tanto no interior dos recintos como espaços exteriores e vias públicas, uma quantidade e qualidade de distribuição de luz suficiente para a natureza dos trabalhos a realizar (indústria), atividades a desenvolver (domicílio), segurança rodoviária (ruas e estradas), aspetos estéticos (iluminação sumptuária), entre outras.
Todas estas técnicas foram estabelecidas tomando como ponto de partida a noção fundamental de fluxo luminoso, o qual se define a partir da curva que relaciona a sensibilidade da vista humana com o comprimento de onda das radiações eletromagnéticas que se transmitem sob a forma de luz. Assim, a base técnica da iluminação é de natureza fisiológica. Os valores fotométricos que entram na definição de qualquer projeto de iluminação (fluxo luminoso, intensidade de iluminação, luminância) encontram-se sempre relacionados, em última instância, com a função visual.
Na iluminação de interiores utilizam-se lâmpadas de incandescência, de descarga gasosa e tubos de néon. A iluminação deve estar disposta de tal forma que a ação da luz e as suas cores não prejudiquem a comodidade, a economia e a higiene do trabalho.
As instalações exteriores são, contudo, iluminadas exclusivamente de forma direta, ao contrário das interiores. A iluminação das ruas dever ser ajustada às condições de tráfego.
Como referenciar: luminotecnia in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-15 02:26:19]. Disponível na Internet: