Marco Materazzi

Futebolista internacional italiano, nascido a 19 de agosto de 1973, em Lecce, na Itália.
Filho de um treinador de futebol (Giuseppe Materazzi, que treinou o Sporting de Portugal), iniciou a sua carreira em equipas modestas de Itália, como o Tor di Quinto, antes de se tornar profissional em 1993, quando ingressou no Marsala.
O jogador, que se destacou como defesa, ingressou em 1995 no Perugia, da Série B (a segunda divisão italiana), depois de ter sido contratado ao Trapani. Contudo, não se impôs logo no Perugia e passou parte da temporada 1996/1997 emprestado ao Carpi, da Série C. Acabou por regressar ao Perugia, que representou com destaque na temporada 1997/1998, o que lhe valeu a contratação pelo Everton, da Primeira Liga de Inglaterra. No entanto, só esteve uma temporada no Everton e acabou por regressar ao Perugia que, entretanto, já tinha ascendido à série A italiana. Em 2000/2001, marcou doze golos no campeonato, o que o tornou no defesa com mais golos apontados numa só época na história do futebol italiano.
Com quase 28 anos, chegou finalmente a um dos grandes clubes do futebol italiano, no caso o Inter de Milão, que passou a representar a partir da temporada 2001/2002.
Ao serviço do Inter conquistou os seus primeiros títulos, o campeonato de Itália de 2006 e as taças de Itália de 2005 e 2006. Titular habitual da equipa, ao lado do português Luís Figo, chegou a capitão.
Em 2001, Marco Materazzi representou pela primeira vez a seleção italiana, ao serviço da qual se viria a sagrar campeão do Mundo no Mundial 2006, disputado na Alemanha. Antes disso, o defesa do Inter já havia participado no Mundial de 2002, na Coreia do Sul e Japão, e no Europeu 2004, que teve lugar em Portugal. Materazzi marcou dois golos no Mundial 2006.
Como referenciar: Marco Materazzi in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-06-04 03:06:20]. Disponível na Internet: