Mercedes McCambridge

Atriz norte-americana, Carlotta Mercedes Agnes McCambridge nasceu a 16 de março de 1916, em Joliet, no estado do Illinois, e faleceu a 2 de março de 2004, em La Jolla, na Califórnia.
Mercedes começou por se destacar ao dar voz em radionovelas, em Chicago, e por representar nos palcos da Broadway em Nova Iorque, na década de 40.
Em 1949, conheceu o primeiro de muitos êxitos como atriz de cinema com o filme All the King's Men (A Corrupção do Poder), onde contracenou com Broderick Crawford. Esta película, realizada por Robert Rossen, ganhou o Óscar de Melhor Filme em 1950, enquanto Mercedes foi eleita a melhor atriz secundária. A interpretação em All The King's Men valeu ainda a Mercedes o Globo de Ouro relativo a Melhor Atriz Secundária e a Melhor Estreante. Já como atriz de renome em Hollywood participou em filmes como Johnny Guitar, ao lado de Joan Crawford e de Ernest Borgnine, The Giant (O Gigante), de Nicholas Ray, ao lado de James Dean e Rock Hudson, e Suddenly, Last Summer (Subitamente no Verão Passado), de Joseph L. Mankiewicz, com Elizabeth Taylor, Katharine Hepburn e Montgomery Clift, todos na década de 50. Com a interpretação em O Gigante voltou a ser nomeada para o Óscar de Melhor Atriz Secundária em 1956.
A carreira de Mercedes McCambridge ficou ainda marcada pela presença, em 1973, no filme de terror The Exorcist (O Exorcista), de William Friedkin, onde deu voz à personagem principal nos momentos em que esta estava possuída pelo Diabo. Apesar de protagonizar os momentos mais marcantes do filme, inicialmente o seu nome não aparecia na ficha técnica. Após uma intervenção do Sindicato dos Atores norte-americano, Mercedes McCambridge passou a aparecer ao lado dos outros atores na ficha de O Exorcista.
Mercedes MCambridge tem duas estrelas com o seu nome no Passeio da Fama em Hollywood, uma pela carreira no cinema e outra pelo que fez na televisão, nomeadamente a participação nas séries Magnum, P.I., Bonanza e Os Anjos de Charlie.
Como referenciar: Mercedes McCambridge in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-27 09:18:30]. Disponível na Internet: