Oliveira Lima

Historiador e diplomata brasileiro, Manuel de Oliveira Lima nasceu a 25 de novembro de 1867, no Recife, no Estado de Pernambuco (Brasil).
Educado em Lisboa, estudou Humanidades no Colégio Lazarista e diplomou-se pela Faculdade de Letras de Lisboa. Em 1890, iniciou a sua carreira diplomática como adido da delegação brasileira, em Lisboa, e como secretário, em 1891. Em seguida, foi transferido para Berlim e, em 1896, para Washington, aí, na qualidade de 1.º secretário. Mais tarde, foi para Londres, onde contactou alguns literatos brasileiros, como Joaquim Nabuco, Graça Aranha, Eduardo Prado e José Carlos Rodrigues. O diplomata exerceu ainda as suas funções no Japão, na Venezuela, em Bruxelas e na Suíça. Posteriormente, estabeleceu-se em Washington, onde continuou os seus trabalhos de investigação histórica e onde realizou importantes serviços como docente, na Universidade Católica, à qual legou a sua biblioteca, constituída por 58 000 volumes.
Colaborou com vários jornais de Pernambuco, de São Paulo e estrangeiros e proferiu conferências em universidades de relevo, como a da Sorbonne, a de Harvard, a da Columbia e a de Stanford. Publicou várias obras, como Aspetos da Literatura Colonial Brasileira (1896), Dom João VI (1909), O Movimento da Independência (1922). O seu trabalho centra-se sobretudo no período de consolidação da independência brasileira e de integração do Brasil no seio das outras nações.
Manuel de Oliveira Lima, membro fundador da Academia Brasileira de Letras, faleceu a 24 de março de 1928, em Washington, nos Estados Unidos.
Como referenciar: Oliveira Lima in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 17:45:08]. Disponível na Internet: