Patricia Neal

Atriz norte-americana, Patsy Louise Neal nasceu a 20 de janeiro de 1926, em Packard, Kentucky. Faleceu a 8 de agosto de 2010. Estreou-se no teatro em 1945, tendo vencido em 1947 o Tony pela peça Another Part of the Forest. No cinema, estreou-se em 1949 em John Loves Mary, seguindo-se The Fountainhead (Vontade Indómita, 1949), de King Vidor, contracenando com Gary Cooper. Em 1953, casou com o escritor Roald Dahl e mudou-se para a Grã-Bretanha. Fez depois diversas peças de teatro, regressando ao cinema com A Face in the Crowd (Um Rosto na Multidão, 1957), de Elia Kazan. Em 1961, atuou em Breakfast at Tiffany's (Boneca de Luxo), de Blake Edwards, e venceu o Óscar de Melhor Atriz em 1963 por Hud (O Mais Selvagem Entre Mil), de Martin Ritt. Em 1965, interrompeu a carreira devido a graves problemas de saúde, regressando em 1968 com um excelente papel em The Subject Was Roses (O Assunto Era Rosas), recebendo outra nomeação para o Óscar de Melhor Atriz. A partir deste momento, prosseguiu a carreira de forma mais irregular, com maior ênfase para os papéis televisivos.
Como referenciar: Patricia Neal in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-30 17:24:46]. Disponível na Internet: