Paulo Camacho

Jornalista português nascido a 1 de julho de 1959, em Lisboa. Filho de jornalistas, desde jovem escrevia artigos para jornais. Entretanto, tirou o curso de Direito na faculdade.
Ainda enquanto estudante, em 1979 começou a trabalhar em jornais, tendo passado pelo diário vespertino A Capital e pelo Semanário. Teve também uma passagem pela Rádio Comercial, pela RTP e pela BBC de Londres.
Finalmente, estabilizou no Expresso, onde se destacou como repórter. Quando a SIC abriu, em outubro de 1992, Paulo Camacho foi um dos nomes que passou do Expresso para o novo canal privado de televisão a convite pessoal do dono, Francisco Pinto Balsemão.
O jornalista foi um dos escolhidos para pivot, ou seja, apresentador dos principais telejornais. Na SIC, onde chegou a coordenador na redação, manteve-se muitos anos como apresentador. Em simultâneo, foi desempenhando as funções de grande repórter, o que lhe deu uma enorme visibilidade junto do público português de televisão. Nestas funções esteve presente em diversos países a cobrir acontecimentos de grande relevo a nível internacional. Assim, marcou presença na Guerra do Golfo (ainda ao serviço do Expresso), nas eleições sul-africanas, na guerra civil de Angola e em Moçambique.
O trabalho que deu mais notoriedade pública a Paulo Camacho aconteceu em março de 2003. O repórter da SIC esteve em Bagdade enquanto durou a guerra do Iraque, aparecendo diariamente em direto enquanto decorriam os bombardeamentos dos aliados. Paulo Camacho saiu de Bagdade poucos dias antes das forças norte-americanas chegarem à cidade.
Para além de jornalista, experimentou também fazer algumas experiências como piloto de todo-o-terreno. Assim, em 1997 estreou-se como piloto e logo na prova mais importante do calendário internacional, o rali Paris-Dakar. No entanto, nesta primeira experiência ao volante de um Opel Frontera desistiu ainda na primeira etapa. Regressou, no ano seguinte, com um Nissan Terrano, mas voltou a desistir, o mesmo acontecendo em 1999, de novo com um Nissan Terrano. Finalmente, em 2000, chegou ao fim da prova ficando em 82.º lugar com um Nissan Patrol.
Como referenciar: Paulo Camacho in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 11:08:36]. Disponível na Internet: