Pedro Moutinho

Fadista, Pedro Miguel Moutinho Paiva dos Santos nasceu a 11 de novembro de 1976, em Oeiras. É o irmão mais novo dos fadistas Camané e Hélder Moutinho.
Os seus pais sempre foram grandes apreciadores de fado, tendo em casa centenas de discos e frequentando restaurantes e coletividades dedicados a este género musical. Desde muito cedo que Pedro Moutinho tomou contacto com o meio, acompanhando o seu irmão mais velho, Camané, às matinées de fado, em que este dava nas vistas. E aos 11 anos já cantava o fado em encontros informais.
Em 1996, com apenas 19 anos, começou a atuar regularmente no Clube de Fado Amália. Pouco depois passou a integrar o elenco do Café Luso, uma das mais conceituadas casas da capital. Em 2000, formou, juntamente com Filipe Lucas, Rodrigo Serrão, João Courinha e José António Mendes, o Quinteto de Fados de Lisboa. O grupo com uma proposta ousada incluía, além dos instrumentos recorrentes do fado (guitarra portuguesa, viola e contrabaixo), o saxofone. Atuaram em várias salas da capital.
Em 2003, finalmente, teve a sua estreia discográfica, com Primeiro Fado, editado pela Som Livre. É acompanhado por Paulo Parreira (guitarra portuguesa), Carlos Garcia (viola) e Marino de Freitas (viola-baixo). Em três temas conta ainda com a participação de Ricardo Dias, ao piano e acordeão. A produção é de Ricardo Dias e Nuno Faria.
É um disco em que alterna fados tradicionais com fados musicados. Inclui três letras do seu irmão, Hélder Moutinho, uma adaptação (por João Paulo Esteves da Silva) do poema "Destino", de Almeida Garrett, versões moldadas para o registo fadista de "Amélia dos Olhos Doces", de Carlos Mendes, e "Graça Divina", dos brasileiros Caetano Veloso e Jorge Mautner. Por este álbum, também lançado em França, Bélgica, Holanda, Estados Unidos e Japão, Pedro Moutinho foi distinguido com o Prémio Revelação da Casa da Imprensa.
Já deu dezenas de concertos dentro e fora do país, dos quais se destaca o de 2005, no Castelo de São Jorge, com o grupo de concertinas Danças Ocultas. No ano anterior tinha participado no álbum de homenagem a Carlos do Carmo, Novo Homem na Cidade, com uma versão do tema "Rosa da Noite".
Como referenciar: Pedro Moutinho in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-07 02:13:14]. Disponível na Internet: