Peter Coyote

Ator norte-americano de nome verdadeiro Peter Cohon, nasceu a 10 de outubro de 1942 em Colver, na Pensilvânia. Viveu com a sua família em Nova Jersey, e aos 21 anos mudou-se para São Francisco para estudar escrita criativa na universidade local, mas acabou por desistir do curso para integrar um grupo radical de mímica e para fazer teatro. Em 1967, teve a sua primeira verdadeira experiência no mundo do espetáculo ao encenar The Minstrel Show, trabalho esse que percorreu os Estados Unidos e ganhou um prémio Obie. Apesar deste seu sucesso precoce, passou os dez anos seguintes a viajar pelos Estados Unidos, tendo somente regressado à representação em 1975 com Story Theatre, uma produção de Paul Sills, após a qual continuou a trabalhar no teatro.
Em 1978, estreou-se finalmente no grande ecrã no filme Sgt. Pepper Lovely Hearts Club Band, mas é apenas em 1982 que deu nas vistas com o papel do cientista Keys no megassucesso E.T. (E.T. - O Extra-Terrestre), de Steven Spielberg. Seguiu-se Cross Creek (Encontro com a Verdade, 1983), ao lado de Mary Steenburgen, e em 1985 participou em Jagged Edge (O Fio da Navalha). Na televisão, começou por participar em Alcatraz: The Whole Schoking Story (1980) e, mais tarde, fez de professor em Echoes of the Darkness (1987), e interpretou Buffalo Bill Cody em Buffalo Girls (1985).
Apesar da sua carreira na representação, Coyote tornou-se também um escritor de sucesso, tendo visto a sua curta história de ficção Carla's Story publicada na antologia literária vencedora do Prémio Pushcart em 1993. Desenvolveu igualmente uma carreira lucrativa com a sua voz em diversos comerciais e como narrador de diversos documentários para cinema e televisão.
Como ator, seguiram-se diversos filmes de vários géneros como o erótico Bitter Moon (Lua de Mel, Lua de Fel, 1992), de Roman Polanski; a sátira Kika (1993), de Pedro Almodóvar; o filme de ficção científica de Barry Levinson Sphere (A Esfera, 1998), ao lado de Dustin Hoffman e Sharon Stone; e a comédia dramática Patch Adams (1998), com Robin Williams. Continuou com papéis de relevo em Random Hearts (Encontro Acidental, 1999), de Sydney Pollack, ao lado de Harrison Ford e Kristin Scott Thomas; no biopic Erin Brokovich (2002), protagonizado por Julia Roberts; no drama romântico A Walk to Remember (Um Amor para Recordar, 2002); no thriller Femme Fatale (Mulher Fatal, 2002), de Brian De Palma; e em Bon Voyage (2003), com Gérard Depardieu.
Como referenciar: Peter Coyote in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-18 22:03:03]. Disponível na Internet: