Pirâmides

As pirâmides são estruturas monumentais construídas em pedra e têm uma base retangular e quatro faces triangulares (por vezes trapezoidais) que convergem para um vértice. As pirâmides do Egito Antigo eram edifícios funerários. Foram construídas há cerca de 2 700 anos, desde o início do antigo reinado até perto do período ptolemaico.

A época em que atingiram o seu apogeu, o período das pirâmides por excelência, começou com a III dinastia e terminou na VI dinastia (2686-2345 a. C.). Durante estes anos foram túmulos reais e faraónicos. Não eram consideradas estruturas isoladas mas integradas num complexo arquitetónico.

Foram encontradas cerca de 80 pirâmides no Egito mas a maior parte delas estão reduzidas a montículos de terra. A construção das pirâmides sofreu uma evolução, desde o monte de areia de forma retangular que cobria a sepultura do faraó, na fase pré-dinástica, passando pela mastaba, uma forma de túmulo conhecida no início da era dinástica.

Foi Djoser, o fundador da III dinastia, quem mandou edificar uma mastaba inteiramente de pedra. Tinha 61 m de altura e 6 degraus em toda a volta, 109 m de norte a sul e 125 m de este a oeste. As pirâmides têm uma estrutura subterrânea complicada, composta de corredores e salas onde a sala funerária é cavada no solo.

Depois da IV dinastia, as pirâmides entram na sua fase clássica com a construção da ampla e maravilhosa necrópole de Gizé, na margem esquerda do Nilo, não longe do Cairo. As melhores pirâmides egípcias são as dos faraós Khufu, Khafre e Menkure em Gizé.

São famosas também as pirâmides astecas, que se destinavam à prática religiosa e atestam a competência técnica desse povo.


Como referenciar: Pirâmides in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-21 08:56:55]. Disponível na Internet: