Porto 2001

Designação atribuída ao evento Porto Capital Europeia da Cultura 2001, que ocorreu na sequência da eleição desta cidade à iniciativa da União Europeia que visa promover, social e culturalmente, uma cidade da Europa.

Proposto a 7 de abril de 1997, pelo então Presidente da Câmara Fernando Gomes, o Porto viria a ser confirmado como Capital Europeia da Cultura para o ano de 2001, em maio de 1998, juntamente com a cidade holandesa de Roterdão.
Artur Santos Silva foi o primeiro presidente eleito para o Conselho Administrativo da sociedade Porto 2001, S. A., em junho de 1998, tendo sido substituído por Teresa Lago, também presidente da Comissão Executiva, em dezembro de 1999.

De acordo com o principal objetivo da iniciativa, a programação teve em conta distintas áreas artísticas e culturais como teatro, música, dança, artes plásticas, circo, animação de rua, literatura, entre tantas outras. Dentro deste espírito de divulgação cultural foi elaborada uma manta de retalhos, a que chamaram "Manta da Cultura", inscrita no Guiness Book of Records por ter batido o record até agora atribuído a uma manta inglesa. Foi elaborada por cerca de 100 mil pessoas e tem aproximadamente 24 mil quadrados que medem 1m2 cada.
Como referenciar: Porto 2001 in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-24 02:54:58]. Disponível na Internet: