Praça dos Vosges

Originariamente chamada Praça Real, foi construída entre 1606 e 1612 e é a primeira praça regular de Paris. Foi edificada sobre o antigo palácio real das Tournelles abandonado por Catarina de Médicis, após a morte do marido Henrique II.
A ideia de Henrique IV era elaborar uma praça que fosse um passeio público para os parisienses e onde se pudessem realizar festejos públicos. Deveria igualmente possuir vivendas adequadas para as pessoas que ali viviam. Como tal, procedeu-se à venda das parcelas situadas em volta da praça a proprietários que se comprometiam a seguir o plano estabelecido. A norte e a sul da praça o próprio rei fez construir dois pavilhões, o pavilhão do rei e o pavilhão da rainha, que se destacavam de outros edifícios, quer em altura quer na decoração. As classes sociais que habitaram a nova praça eram a nobreza menos abastada e os burgueses.
A planta baixa das casas é porticada em todo o perímetro do retângulo que dá forma à praça. Os dois pisos superiores apresentam cadeias de estuque sobre o ladrilho. O topo dos edifícios é rematado por lucarnas retangulares enquadradas por óculos.
Em 1639, foi colocada no seu centro uma estátua equestre de Luís XIII que, posteriormente, se apeou e refundiu no período da Revolução.
Como referenciar: Praça dos Vosges in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-09 05:33:45]. Disponível na Internet: